Mais lidas
Ver todos

    Claquete

    Escrito por Gustavo Marçal
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A mudança é única constante que existe. Seja ela do tamanho do nascimento de uma estrela, ou o simples, e inevitável, amadurecimento pessoal.

    Em cada experiência, a todo momento, de aprendizado em aprendizado, estamos mudando, nos adaptando, crescendo.

    Esse filme fala sobre isso. Também fala sobre sermos fiéis às nossas origens e, acima de tudo, não esquecermos de quem somos, apesar da mudança.

    O texto de hoje nos traz a história de uma garotinha, chamada Chihiro, e da sua viagem interior, e exterior, rumo ao seu futuro, mas pelo caminho do passado.

    Escrito e dirigido por Hayao Miyazaki, que conta com lista enorme de filmes incríveis em seu currículo, como Princesa Mononoke, Meu Amigo Totoro, O Castelo Animado, O Serviço de Entregas da Kiki, e tantos outros, A Viagem de Chihiro é uma fantasia animada de 2001, produzida pelo Studio Ghibli. O longa, que levou para o oriente o Oscar de Melhor Animação em 2003, conta em seu elenco com as vozes de Rumi Hiiragi, como Chihiro Ogino, Miyo Irino, como Haku, Mari Natsuki, como Yubaba, Takashi Naitô, como Akio Ogino, e Yasuko Sawaguchi, como Yûko Ogino. Chihiro é uma garota mimada e acha que todo o mundo ao seu redor existe para satisfazer suas vontades. Frustrada por se mudar de sua velha casa, e cidade, ela e os pais acabam se perdendo em uma floresta. Ao descer, para tentar se localizar e pedir ajuda, algo incrível acontece: eles encontram muita comida! Ao passear pelo local, Chihiro se depara com um garoto, Haku, que apavorado, diz para que ela vá embora o mais rápido possível. Mas já é tarde. Ao voltar para os seus pais, a menina se esbarra com a cena que dá início à sua aventura: sua mãe e pai se transformam em porcos. Agora, ela precisa salvá-los.

    Um diamante lapidado do oriente direto para nossas telas. Essa é a melhor forma que encontrei para resumir a preciosidade que é A Viagem de Chihiro. O filme é doce, lindo, agitado, calmo, envolvente, surpreendente, encantador. Cada nova cena nos deixa surpresos e com um sentimento de "o que será que vai vir depois". Talvez esta seja a opinião mais emocionalmente envolvida que já dei neste espaço, mas não posso evitar. A Viagem de Chihiro é um deleite para os olhos, alma e coração. Uma história que nos fala sobre amadurecimento, e que ele é um caminho sem volta, mas que ao mesmo tempo, nos mostra que é importante se lembrar, e às vezes resgatar, suas origens. De onde você é, onde cresceu, com quem aprendeu a viver, o seu nome. Por mais tortos que os caminhos da vida possam ser, se lembrar de suas raízes é o que te faz manter o foco para crescer e continuar sua viagem.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Top de Marcas 2020

    Deixe seu comentário sobre: "A Viagem de Chihiro"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Mais Notícias