Facebook Img Logo
  1. Banner
Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves

KILL BILL

Depois de uma vida sendo uma das melhores assassinas do mundo, ela decide parar. Não quer mais essa vida e nem conviver com aqueles que eram, até tão pouco tempo, seus irmãos de profissão. Seus companheiros de clã. Uma nova a vida a aguarda longe de tudo isso.

Em uma cidade pequena, com um novo nome, emprego e identidade. Começar do zero parece ser a melhor opção.

Talvez, por um curto momento, em seus pensamentos, ela achou que isso seria possível. Achou que seu antigo líder e mentor não viria atrás dela. Mal sabia o que lhe aguardava.

Em seu casamento, com pouca gente e feliz, ela foi massacrada. Todos os que estavam presentes na cerimônia foram mortos. Bill deu passos lentos até o corpo da Noiva, estirado no chão, mas ainda com vida. A olhou nos olhos e, em um ato de mais alto e puro masoquismo, ele engatilha sua arma e atira na cabeça da Noiva.

Mas ela não morreu.

Depois de passar 4 anos em coma, a Noiva acorda e se lembra de tudo que lhe aconteceu. As mortes em seu casamento, o tiro que Bill lhe deu e, o mais doloroso, a perda de seu bebê. Sim, ela estava grávida. Agora, a única força que faz com que ela se mova é a vingança. 

A Noiva irá caçar e matar todos os envolvidos no que ficou conhecido Massacre de El Passo. O seu massacre. Eles são conhecidos como o Esquadrão das Víboras Mortais, clã formado por cinco membros: Cabeça de Cobre, Boca de Algodão, Cascavel, Cobra Californiana e, seu líder, Bill.

A Noiva, antes conhecida como Mamba Negra, especialista em facas e espada, quer se vingar. Ela quer matar Bill.



Dirigido e escrito por Quentin Tarantino, que possui em seu currículo: Bastardos Inglórios, Cães de Aluguel, Django Livre, Pulp Fiction e Kill Bill Vol. II, Kill Bill Vol. I é um filme de ação e aventura de 2003.
O filme conta em seu elenco com Uma Thurman, como A Noiva/Mamba Negra, David Carradine, como Bill, Daryl Hannah, como Elle Driver/Cobra Californiana, Lucy Liu, como O-Ren Ishii/Boca de Algodão, Vivica A. Fox, como Vernita Green/Cabeça de Cobre e Michael Madsen, como Budd/Cascavel.

Um filme feito para quem gosta de uma história cheia de reviravoltas, com arcos exagerados e cenas caricatas, tudo com a pitada sanguinária que já é marca registrada de Quentin Tarantino.
Kill Bill Vol. I é de tirar o folêgo, do começo ao fim. Depois dele, você vai entender muito melhor o significado de cada palavra do ditado popular “a vingança é um prato que se come frio”.
 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves
Andrey é redator publicitário, blogueiro, metido a desenhista e colecionador de hobbies desde 1991.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber