A Rede Social - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Claquete

Foto por
Escrito por Andrey Gonçalves
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

De tempos em tempos algo revolucionário vem e muda tudo. Essa frase foi dita por Steve Jobs no lançamento do primeiro iPhone. Ela é verdadeira? Em cada letra.

O maior exemplo recente que temos é a Internet. Ela mudou a nossa maneira de nos comunicarmos, estudarmos, trabalharmos, vivermos. Com ela, vieram outras quase tão grandes quanto.

Mark Zuckerberg, do seu quarto de universitário, criou uma que revolucionou a maneira como nos relacionamos uns com os outros. Em 2004 ele abriu a rede social que possui mais de um bilhão de usuários, o Facebook.

Foto: Reprodução

Como o próprio reitor de Harvard diz “A todo momento alguém está inventando alguma coisa aqui, no campus. Os nossos alunos acham mais fácil inventar um emprego do que arrumar um”.

Os gêmeos Cameron e Tayler Winklevoss tiveram uma ideia: criar um web site que conecte os alunos da universidade, uma rede social fechada com o nome de Conexão Harvard. Porém, precisam de um programador. Um bom programador.

Enquanto isso, em uma noite de bebedeira, na qual levou um fora da namorada, o estudante Mark Zuckerberg cria, em questão de horas, um site para os alunos votarem entre, a cada atualização de página, qual é a mulher mais bonita entre duas fotos. Mas onde ele conseguiu as fotos de todas as alunas? Hackeando. 

O servidor da universidade cai por não aguentar o número de acessos. Os gêmeos acharam seu programador.

Porém, ao ouvir a ideia dos Winklevoss, Mark tem uma ideia ainda melhor. Criar uma rede social não só para alunos, mas para o mundo inteiro, onde as pessoas conversariam e compartilhariam o que quisessem com seus amigos. Era o nascimento do Facebook.

Foto: Reprodução

Ele se fecha e começa a programar, programar e programar. Mark é dominado pela ideia. Ele respira, come, vive o Facebook e isso lhe traz muitos problemas, tanto sociais quanto profissionais.

Dirigido por David Fincher, que possui em seu currículo: Se7en, O Clube da Luta e O Curioso Caso de Benjamin Button, A Rede Social (The Social Network) é um drama biográfico de 2010, baseado no livro The Accidental Billionaires, escrito por Bem Mezrich, que fala sobre a fundação do Facebook. 

O longa levou para casa três categorias do BAFTA, quatro do Globo de Ouro e três do Oscar, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora. O elenco conta com Jesse Eisenberg, como Mark Zuckerberg, Andrew Garfield, como Eduardo Severin, Justin Timberlake, como Sean Parker e Armie Hammer, como Cameron e Tayler Winklevoss.

Contada de uma forma dramatizada, a adaptação da história do Facebook ficou ótima. O filme é contado, na verdade, pela cabeça de Mark, que está sendo interrogado pelos advogados daqueles que o processaram. São "fashbacks" de sua memória. Ele está, ao mesmo tempo que se defendendo, lembrando de tudo enquanto conta sua história para o espectador. 

Os filmes
Com uma direção, atuação, roteiro, fotografia, edição e trilha sonora que foram indicados ao Oscar – não à toa -  A Rede Social é um filme que te prende do começo ao fim. Não dá pra ver só 10 minutinhos. Em três ele te pega e te leva até o fim.

Mark não conseguiu montar seu império sem fazer inimigos. Culpa dele ou dos outros? Vai ter que ver pra saber.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "A Rede Social"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.

Mais Notícias