Facebook Img Logo
  1. Banner
Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves

Meia Noite em Paris

Tenho quase certeza que você já teve aquela sensação de que nasceu na época errada. De que a vida era muito melhor em determinado período. A música, a pintura, a poesia, a literatura, as pessoas, o amor, enfim, a vida inteira era melhor.

Já teve? Pois é, eu também. Saiba que não estamos sós. Gil Pender e tantos outros sonhadores estão conosco, mas será que era realmente tudo melhor? 

E se você tivesse a chance de voltar para o os seus tão sonhados “anos dourados”. Conhecer os artistas que admira, vivenciar como era aquele momento, respirar os ares do passado que tanto idolatra, o que faria? Mas com um pequeno detalhe: Só funciona após a meia-noite.

Gil é um escritor de roteiros para filmes de Hollywood e até que se dá bem com isso, fazendo o que os estúdios pedem, e acaba sendo muito bem remunerado. Mas o que ele quer mesmo ser é escritor. Ele sempre admirou os grandes escritores americanos e sua maior vontade é conseguir se tornar um deles, o que o deixa muito frustrado. Certo dia, com a família de sua noiva, Inez, ele viaja para Paris.

A cidade o encanta, cativa e inspira, cada vez mais, a buscar seu sonho. Respirar o ar parisiense faz com ele sinta toda a arte correr por seu corpo. Gil e sua noiva não estão se dando bem e o fato dele querer se mudar para Paris, de desistir da carreira de roteirista de cinema, está piorando ainda mais o relacionamento dos dois.
 
Uma noite, ele sai para andar pela cidade, senta-se na calçada e fica ali parado. O relógio marca meia-noite. No fim da rua, um carro antigo surge e vem em direção de Gil, que lhe oferece uma carona, que o leva de volta aos anos 1920, a era “dourada”, considerada por ele.

Dirigido e escrito por Woody Allen, que possui quatro estatuetas do Oscar em sua estante, ‘Meia Noite em Paris’ (Midnight in Paris) é um filme de comédia romântica e fantasia de 2011. Recebeu quatro indicações ao Oscar, levando um para casa, o de Melhor Roteiro Original. Seu elenco conta com Owen Wilson, como Gil Pender, Rachel McAdams, como Inez, Marion Cotillard, como Adriana, Kurt Fuller, como pai de Inez, Tom Hiddleston, como F. Scott Fitzgerald, e Adrien Brody, como Salvador Dali.

Talvez sempre vamos pensar que determinada época passada era melhor, mas será que isso não se deve ao fato de não sabermos valorizar o presente? Porém, temos que aprender a curtir a época em que vivemos. As pessoas que amamos vivem no presente. A melhor, e única, época para se viver é o agora. Ame, ria, chore, divirta-se, sinta, aproveite o agora. Garanto que não há época melhor para se viver.

Valorizar o presente é uma forma de felicidade.

Um filme lindo, sutil, com uma ótima fotografia, trilha sonora e uma história bem escrita. Meia-Noite em Paris vai fazer você se apaixonar.


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Andrey Gonçalves
Andrey Gonçalves
Andrey é redator publicitário, blogueiro, metido a desenhista e colecionador de hobbies desde 1991.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber