Claquete

Em Ritmo de Fuga

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Em Ritmo de Fuga
Em Ritmo de Fuga
Em Ritmo de Fuga fonte: Reprodução

Seu forte nunca foram as pessoas. Ele sempre foi muito mais próximo das máquinas. Conversava com o som do motor, sentia o toque do acelerador, era abraçado pelo banco, se fundia ao carro.

continua após publicidade

O mais estranho disso tudo é que, para alguém que perdeu seus pais e parte de sua audição em um acidente na estrada, nosso protagonista lida muito bem com todo seu “trauma”. Afinal, os automóveis são o seu ponto forte, eu diria.

De quem estou falando? Oras, é claro que é dele. Baby! Não o conhece? Então coloque a música mais empolgante que conhece e vem comigo. 

continua após publicidade
Em Ritmo de Fuga fonte: Reprodução

Baby é um motorista e é realmente bom no que faz. Um dos melhores, eu diria. Sempre com fones, que usa para silenciar um zumbido que escuta constantemente, ele rasga as ruas no ritmo de suas músicas. 

Certo dia, Baby acaba conhecendo a mulher de seus sonhos. Depois de ficar encantando com a moça, decide deixar todo o seu velho estilo de vida para trás, fugir com ela e começar do zero.

Linda história não é? Só faltou dizer um detalhe: ele dirige para bandidos. Aqueles dos grandes, sabe? E como todo os filmes de ficção nos ensinaram, não é muito fácil se livrar de gente assim. 

continua após publicidade

Para conseguir realizar seu objetivo, Baby vai precisar acelerar mais do que nunca.

Em Ritmo de Fuga fonte: Reprodução

Dirigido e escrito por Edgar Wright, que tem em seu currículo Homem-Formiga e Scott Pilgrim Contra o Mundo, ‘Em Ritmo de Fuga’ (Baby Driver) é um filme de ação musical lançado em 2017. O longa recebeu três indicações ao Oscar e uma ao Globo de Ouro.

Seu elenco conta com Ansel Elgort, como Baby, Kevin Spacey, como Doc, Lily James, como Debora, Jamie Foxx, como Bats, Jon Hamm, como Buddy, e Eiza González, como Darling.

Baby Driver conta com muitos pontos altos, como sua fotografia, paleta de cores, atuações na medida, cenas de fuga bem montadas, enfim, muitas mesmo. Mas o que se destaca, de longe, é a sua trilha sonora. Cada cena se encaixa perfeitamente com suas músicas.

Um filme divertido, leve, empolgante. A história te leva, te surpreende e te faz suar frio. Ao sentar no sofá, é bom colocar o cinto de segurança. Pois quando Baby apertar o play e acelerar, você não vai conseguir ficar parado.

Em Ritmo de Fuga fonte: Reprodução