Mais lidas

    Blogs e Colunas

    Blog do Bruno Vilsinski

    Blog do Bruno Vilsinski

    Distanciamento Social para Bolsonarista ver

    Distanciamento Social para Bolsonarista ver
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 28.04.2021, 19:30:29 Editado em 28.04.2021, 20:00:16
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Caríssimos leitores, tudo bem? Coisas muito estranhas têm ocorrido na política brasileira nos últimos dias. O nobre senador Flávio Bolsonaro (REPUBLICANOS) quer atrasar os andamentos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que tratará da atuação do governo federal em face da Pandemia do Novo Corona Vírus.

    Até aí tudo bem... era de se esperar que o senador iria tentar atuar para proteger seu velho pai. O bizarro é a razão e quem propôs essa análise em si.  Segundo Flávio, as reuniões da comissão deveriam ser adiadas em vistas de se proteger o distanciamento social. Flávio argumentou que tais comissões reuniriam um grupo grande de pessoas em um pequeno espaço, o que poderia ferir o distanciamento e aumentar a probabilidade de contágio.  Vocês entendem que Flávio defender o isolamento social não dá um “match”?

    Apesar do motivo exposto pelo senador ser totalmente plausível cientificamente, o que deixa uma pessoa minimamente coerente sem palavras é o fato do SENADOR FLÁVIO BOLSONARO defender o isolamento social! Como bem exposto pelos membros escolhidos para a comissão, senadores Omar Azis, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros, a CPI criou efeitos favoráveis sem mesmo começar! Ver um “cloroquinista”, negacionista e propagador de ideias errôneas de combate ao Corona Vírus propor medidas cientificamente comprovadas para a diminuição do contágio foi para louvar de pé... amém Jesus!

    Pelo jeito Flávio aprendeu muito bem com seu velho pai em como usar as leis e argumentos sérios apenas quando estas beneficiam a família.  Caso contrário a ideia é fechar STF, ir para as ruas festar, tomar cloroquina e ozônio para o combate à “gripezinha” e por aí vai.

    Tristes assuntos para quem votou no presidente com a argumentação de que este seria o filho querido da chamada “nova política”. Bolsonaro para estas pessoas também era aquele que salvaria o Brasil da ditadura comunista petista que chegaria da Venezuela. Risos.

    Estejamos preparados para as próximas bizarrices. 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Deixe seu comentário sobre: "Distanciamento Social para Bolsonarista ver"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Blog do Bruno Vilsinski

    Blog do Bruno Vilsinski

    Bruno Henrique Vilsinski (33 anos) é natural de Apucarana e residente em Maringá desde 2010. Possui graduação em Química-Licenciatura pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), instituição pela qual também cursou seu Mestrado e Doutorado em Química. Fez parte de seu Doutorado na Universidade de Coimbra- Portugal, onde tem seu título de doutor reconhecido pela Direção Geral de Ensino Superior daquele país. É especialista no desenvolvimento de sistemas carreadores/solubilizadores de fármacos para aplicação na área de remoção de poluentes e na área biomédica. Atualmente é docente do departamento de Química da UEM, onde ministra aulas na área de Química Inorgânica. Nas horas vagas costuma ler sobre História do Brasil e do Mundo, bem como se inteirar das atualidades centradas no Brasil e em algumas partes do globo. No que tange à política, se considera como sendo do espectro da centro-esquerda. Na música é Raulseixista e no futebol é coxa-branca, além de torcedor do Maringá Futebol Clube. Crescendo no ambiente que convive há anos, Bruno respeita a opinião de todos e preconiza sempre o debate de ideias. Sejam bem-vindos ao blog... comentem, reclamem, “corneteiem”... debatam!

    Enviar mensagem para Blog do Bruno Vilsinski