Economia

Geração de empregos cai mais que a metade em março

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 5 de abril (Folhapress) - A geração de empregos nos Estados Unidos caiu mais que a metade em março, segundo dados divulgados hoje pelo Departamento de Trabalho. O número de postos de trabalho criados foi reduzido para 88 mil, contra 236 mil de fevereiro. O resultado não era esperado pelo mercado e põe em dúvida a capacidade do governo americano de manter a geração de empregos, um dos indícios de recuperação do país em relação à crise econômica de 2008. A taxa de desemprego, no entanto, teve queda e passou de 7,7% para 7,6%. Analistas consultados pela emissora de televisão CNN e a agência de notícias Associated Press esperavam que março terminasse com a criação de 190 mil vagas, também menos da metade do resultado obtido. Também é a metade do obtido nos últimos seis meses, em que houve média de 196 mil empregos. O número de vagas criadas foi o menor desde junho de 2012. Economistas dizem que o número pequeno de vagas criadas é um reflexo do contingente de pessoas que abandonaram a procura por emprego. O percentual de desempregados, porém, foi o menor desde dezembro de 2007, chegando aos mínimos de antes da crise financeira causada pelas hipotecas.  

continua após publicidade