Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Paraná registra 33 mortes por choques elétricos em 2019; aprenda a se prevenir

.

O Paraná é o nono estado com mais mortes ocasionadas por choque elétrico e incêndios por curto circuito. O dado faz parte do Anuário 2020 da Associação Brasileira de Conscientização para Perigos com Eletricidade (Abracopel), que relata 33 ocorrências no Estado. A faixa etária com mais vítimas foi a dos 31 e 40 anos.

Segundo o estudo, as fatalidades acontecem em sua maioria no ambiente interno de casas, apartamentos, sítios e fazendas. O fio partido em instalações elétricas foi o maior vilão dos acidentes, somado a instalações precárias como tomadas sem tampas, cabos sem isolamento, fios expostos que podem ser tocados e gerar a descarga fatal.

Acidentes com eletrodomésticos e eletrônicos também tiveram destaque na lista de causadores de acidentes. Geladeiras, freezers e frigobares foram os utensílios domésticos com maior ocorrência de mortes. Um fato que chama muito a atenção foi o número de acidentes envolvendo carregadores de celulares/ foram 15 mortes no Brasil, sendo 2 delas no Paraná.

A pesquisa trouxe dados anuais dos incêndios ocorridos no Estado e ocasionados por sobrecarga e posterior curto circuito: foram 56 casos com 6 óbitos. Novamente os maiores vilões foram as instalações elétricas internas de baixa qualidade, mal uso da rede elétrica, como colocar vários benjamins em apenas uma tomada, as famosas "gambiarras" e acidentes com carregadores de celulares.

COMO EVITAR

Uma das principais formas de evitar a sobrecarga e os choques elétricos é a instalação de um Dispositivo Residual - o DR - junto ao quadro elétrico, como aponta Fábio Amaral, engenheiro eletricista e diretor de uma empresa de painéis elétricos. "Esse dispositivo bloqueia a corrente elétrica quando identifica ao dano de equipamento ou 'vazamento' de energia do sistema. Desde de 2012 é obrigatória a instalação desse equipamento, porém apenas 25% das casas no Paraná possuem o DR", explica Amaral.

"É muito importante também garantir a qualidade das instalações elétricas. Compre apenas produtos certificados e em lojas do ramo. Contrate sempre o serviço de eletricistas especializados. Faça manutenção preventiva na rede elétrica e evite o mal uso. Isso certamente diminuirá o risco de um choque ou incêndio", orienta o especialista. 


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber