Apucarana

Falsa enfermeira mentiu para polícia, diz delegado

Seis pessoas de Apucarana e seis de Mandaguari foram imunizadas ilegalmente

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Falsa enfermeira mentiu para polícia, diz delegado
fonte: TNOnline
Falsa enfermeira mentiu para polícia, diz delegado

A Polícia Civil concluiu o inquérito criminal que apura o desvio de vacinas contra a Covid-19 da rede pública de Apucarana. De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) Marcus Felipe da Rocha Rodrigues, a falsa enfermeira mentiu e o número de pessoas imunizadas por ser maior. 

continua após publicidade

O delegado informou que 18 pessoas foram ouvidas para investigar a conduta da falsa técnica de enfermagem Silvânia Regina Ribeiro Del Conte, 46 anos, que atuou como voluntária na imunização que ocorreu no Complexo Esportivo José Antônio Basso, o Lagoão.

O inquérito foi encaminhado nesta quarta-feira (26), para apreciação do Ministério Público (MP), que também apura denúncias de fura-fila na vacinação da rede municipal. 

continua após publicidade

O delegado adiantou que Silvânia mentiu sobre a quantidade de pessoas vacinadas ilegalmente. Segundo o policial, foram ouvidas 12 pessoas vinculadas a família mencionada pela falsa enfermeira, sendo que seis moram em Mandaguari e outras 6 em Apucarana e todas receberam vacina contra a Covid-19. Até nesta quarta, nenhum suspeito havia sido indiciado. 

O delegado informou que a investigação que apura a conduta do servidor público Luciano Pereira, é competência do MP.

Luciano está afastado do caso de coordenador da epidemiologia municipal por suspeita de facilitar a vacinação de pessoas fora dos grupos prioritários, 

continua após publicidade

Mais detalhes sobre a investigação desempenhada pela Polícia Civil serão revelados em coletiva de imprensa que deve ser realizada nesta quinta-feira (27), conforme informou o delegado.

No último dia 20, a falsa enfermeira prestou depoimento para deputados que integram a Comissão Especial que apura possíveis irregularidades na vacinação contra Covid-19, e disse que mais de 20 pessoas furaram fila da vacina em Apucarana