Vale do Ivaí

Hospital Regional de Ivaiporã inicia atendimento geral

Desde 2020, o Hospital estava voltado para atendimento de pacientes da Covid-19. Nesta quinta-feira (26), no entanto, Ivaiporã teve o primeiro paciente geral admitido

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Hospital Regional de Ivaiporã inicia atendimento geral
fonte: Geraldo Bubniak/AEN

O Hospital Regional de Ivaiporã, no Vale do Ivaí, iniciou na última semana o atendimento geral, abrangendo pacientes transferidos pela Central de Regulação de Leitos, e também cirurgias eletivas e traumas. Os Hospitais de Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná, e de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, também estão inclusos na ação.

continua após publicidade

Em 2020, por determinação do governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, as unidades tiveram obras aceleradas, foram concluídas e destinadas exclusivamente ao atendimento de pacientes de Covid-19. Atualmente, são parte da rede administrada pela Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná (Funeas).

Os hospitais disponibilizam, neste momento, 20 leitos de enfermaria cada, somando 60 leitos à disposição da população nessas regiões. A unidade de Ivaiporã teve o primeiro paciente admitido na quinta-feira (26) e os hospitais de Guarapuava e Telêmaco Borba iniciaram o atendimento referenciado na sexta-feira (27).

continua após publicidade

O secretário estadual da Saúde, César Neves, ressaltou a importância da mudança de perfil dos três hospitais. “Desde o início nosso objetivo era colocar essas unidades à disposição da população em geral, garantindo que todo o investimento realizado antes e durante a pandemia pudesse ficar como um legado para a Rede Hospitalar do Paraná. As unidades passarão a admitir pacientes de outras especialidades, o que desafogará parte da demanda hospitalar nessas regiões”, disse Neves.

As três unidades já estão conectadas ao Sistema de Gestão Ambulatorial e Hospitalar do SUS (GSUS). A implantação do sistema nos hospitais foi feita pela Celepar. O GSUS é uma solução multidisciplinar que atende o paciente desde a entrada até a saída em uma unidade de saúde que opera seguindo as diretrizes do SUS. Ela integra de forma ágil e eficiente todos os estabelecimentos, incluindo informações sobre pacientes, uma vez que os prontuários são unificados.

IVAIPORà– O Hospital Regional de Ivaiporã, da 22ª Regional de Saúde, abriu as portas em 1º de junho de 2020, como hospital exclusivo para atendimento Covid-19. No primeiro ano da pandemia no Paraná registrou 374 atendimentos. O valor de custeio da unidade até agora é de R$ 50,5 milhões e o montante para a obra chegou a R$ 34,3 milhões, além da estimativa de R$ 27 milhões em equipamentos. Será preparado para o atendimento futuro de cirurgias eletivas.

continua após publicidade

GUARAPUAVA – Situado na 5ª Regional de Saúde, o Hospital Regional de Guarapuava iniciou os atendimentos no dia 22 de julho de 2020, exclusivamente para pacientes confirmados ou suspeitos de Covid-19. Neste mesmo ano realizou 515 atendimentos, passando para mais de 3 mil em 2021.

O investimento para custeio no hospital já ultrapassou R$ 66,9 milhões. Para a obra, o Governo do Estado destinou mais de R$ 105,8 milhões, além de R$ 30,9 milhões em equipamentos. O perfil assistencial será ampliado futuramente para o atendimento cirúrgico, ortopedia e trauma.

TELÊMACO BORBA – Inserido na 21ª Regional de Saúde, o Hospital de Telêmaco Borba também iniciou os atendimentos no dia 1º de junho de 2020. A unidade foi aberta ao público após mais de dez anos de espera. No primeiro ano de atendimento registrou 484 atendimentos e, no segundo, 917. O custeio da unidade já passa de R$ 36,6 milhões. O valor da obra desta unidade alcançou R$ 30 milhões. Futuramente a unidade será preparada para o perfil materno-infantil.

continua após publicidade


Fonte: Agência Estadual de Notícias.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News