Vale do Ivaí

Hospital de Ivaiporã deixa de ser exclusivo para Covid-19

Governo estadual assume gestão de unidade do Vale do Ivaí, que será destinada para cirurgias eletivas

Da Redação ·
Instalações do Hospital Regional de Ivaiporã que terá 104 leitos, sendo 10 reservados para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), centro cirúrgico e enfermarias.
  Ivaipora, 14/04/2020 - Foto: Geraldo Bubniak/AEN
fonte: Da Redação
Instalações do Hospital Regional de Ivaiporã que terá 104 leitos, sendo 10 reservados para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), centro cirúrgico e enfermarias. Ivaipora, 14/04/2020 - Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governo estadual assume no próximo domingo (1º) a gestão do Hospital Regional de Ivaiporã. Inaugurada em 1º de junho de 2020, a unidade estava sob administração da Rede de Assistência à Saúde Metropolitana, do setor privado, e atendia exclusivamente pacientes de Covid-19. Com a mudança, o Hospital Regional de Ivaiporã passará a atender pacientes clínicos e será preparada para ser um centro especializado em cirurgias eletivas. 

continua após publicidade

A gestão será de responsabilidade da Fundação Estatal de Atenção em Saúde (Funeas), presidida pelo apucaranense Marcello Machado. A Funeas é vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa-PR). Além de Ivaiporã, o Estado está assumindo também as gestões dos Hospitais Regionais de Guarapuava e de Telêmaco Borba, todos entregues à população em 2020.

Em entrevista à Tribuna, Marcello Machado afirmou que integração dessas unidades à gestão estadual tem como objetivo aproveitar essas estruturas inauguradas durante a pandemia no atendimento à população em geral, retomando a finalidade original prevista para cada um desses hospitais. "Em Guarapuava, a área de trauma; em Telêmaco Borba, o materno-infantil; e em Ivaiporã, os atendimentos clínicos e as cirurgias eletivas”, cita. 

continua após publicidade

Ele afirma que a pandemia gerou um represamento muito grande de cirurgias eletivas no Estado. Dessa forma, o Hospital Regional de Ivaiporã será estratégico para “desafogar” esses procedimentos atrasados por conta da Covid-19 na região e também no próprio Estado, a partir da central estadual de regulação. 

A unidade do Vale do Ivaí manterá 20 leitos de enfermaria clínica e outros 10 de UTI Adulto. A estimativa de custeio da Funeas é de R$ 2,7 milhões. Segundo o apucaranense, a gestão dos hospitais está em processo de transição nas últimas semanas, com a contratação de novos médicos e funcionários. 

No primeiro ano da pandemia no Paraná, em 2020, o Hospital Regional de Ivaiporã registrou 374 atendimentos de pacientes com Covid-19. O número subiu para 1.177 em 2021. Até março deste ano foram outros 168 atendimentos. O valor de custeio da unidade já passa de R$ 50,5 milhões neste período. O valor da obra foi de R$ 34,3 milhões, além da estimativa de R$ 27 milhões em equipamentos.

continua após publicidade

 Com as novas unidades, a Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná passará a gerenciar, no total, 14 unidades, sendo 12 hospitais e duas instituições de educação e pesquisa.  

Por Fernando Klein