Mais lidas

    Vale do Ivaí

    PANDEMIA

    Apucarana e Jandaia do Sul diminuem leitos para Covid-19

    Redução dos casos graves ocorre principalmente por conta da vacinação contra a doença.

    Apucarana e Jandaia do Sul diminuem leitos para Covid-19
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 08.11.2021, 16:00:00 Editado em 08.11.2021, 16:05:20
    GoogleNews

    Siga o TNOnline
    no Google News

    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A redução no número de casos graves da Covid-19 por conta do avanço da vacinação está fazendo com que os hospitais da região da 16ª Regional de Saúde tenham leitos descontratualizados no mês de novembro. Em Jandaia do Sul, todos os 20 leitos de enfermaria para Covid-19 do Instituto Paranaense de Saúde Nossa Senhora de Fátima foram desativados no dia 01 de novembro. Em Apucarana, no Hospital da Providência, 29 leitos de enfermaria também foram desativados.

    Jandaia do Sul iniciou a contratualização com 25 leitos covid e na fase mais crítica da pandemia, o Estado contratou mais 25 somando 50 no total, mas com a diminuição dos casos, o município passou a contar com 20 leitos até o final do contrato.

    Andrea  Florêncio Kuromoto, presidente do Conselho administrativo do hospital de Jandaia do Sul, explica que a área covid foi fechada no dia 31 de outubro.

    "Nas últimas semanas a taxa de ocupação manteve-se baixa e por dias até zerada, acreditamos que por consequência da população vacinada. Ainda atendemos, porém, hoje nos leitos de isolamento, mas realmente poucos pacientes tem necessitado de internação. Hoje não temos no Hospital Nossa Senhora de Fátima nenhum paciente internado com covid", considerou.

    Em Apucarana, o Hospital da Providência contava com 58 leitos de enfermaria. No último dia 05 de novembro, foram desativados 29 leitos contratualizados para covid. Agora, a unidade de saúde conta com 29 leitos na enfermaria, dos quais, 4 pacientes encontram-se internados nesta segunda-feira (08) e 23 leitos de UTI, dos quais 7 pacientes recebem tratamento para o coronavírus.

    "Com o avanço da vacinação em Apucarana e região, houve a redução dos casos graves de covid-19 e, com isso, a partir de novembro, o Hospital da Providência  teve  redução de 50% dos leitos exclusivos Covid-19,  podendo assim, aumentar  a capacidade para atender aos pacientes cirúrgicos. Aproveito a oportunidade para agradecer todos que colaboraram para o enfrentamento desta pandemia, somente Deus para retribui-los", disse a diretora do Hospital da Providência Irmã Geovana Ramos.

    Em Arapongas, o Hospital Norte Paranaense (Honpar) ainda não sofreu redução de leitos para Covid-19. Estão em atividade 30 leitos na enfermaria, com 4 pacientes internados nesta data, e 56 leitos de UTI, onde 8 pacientes estão internados.

    Avanço da vacinação no PR

    O Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, disse que 80,2% dos adultos paranaenses, com mais de 18 anos já estão com o esquema completo de vacinação. A declaração aconteceu durante o recebimento de mais um lote de 161.460 mil doses de vacina contra Covid-19 da Pfizer nesta manhã de segunda-feira (8). 

    Beto Preto disse que quando o Paraná alcançar 85% de pessoas vacinadas será possível pensar em novas medidas de flexibilização, como o fim do uso da máscara em espaços abertos. 

    "Esse porcentual é muito próximo dos 85%, e se, seguirmos vacinando dentro do ritmo que estamos, devemos chegar a esse ponto até o fim do mês. Uma vez atingido esse ponto, será possível seguir as orientações do governador Carlos Massa Ratinho Junior para que se faça a flexibilização das medidas como o uso da máscara, desde que não tenhamos novos casos e aumento do número de leitos com casos de Covid nós poderemos pensar nessa flexibilização", disse. Beto Preto

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Vale do Ivaí

    Deixe seu comentário sobre: "Apucarana e Jandaia do Sul diminuem leitos para Covid-19"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.