Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Região

Crea fiscaliza propriedade onde quatro trabalhadores morreram soterrados, em Marilândia do Sul

.

A operação de resgate seguiu noite adentro e mobilizou cerca 15 bombeiros, socorristas do Samu, Defesa Civil de Marilândia do Sul.  Foto: Divulgação
A operação de resgate seguiu noite adentro e mobilizou cerca 15 bombeiros, socorristas do Samu, Defesa Civil de Marilândia do Sul. Foto: Divulgação

Fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) visitaram na segunda-feira (2) a propriedade rural onde quatro trabalhadores morreram soterrados na última sexta-feira (30), quando escavavam uma vala para tubulação, em Marilândia do Sul. Conforme nota oficial, o Crea-PR constatou que não havia profissional técnico responsável pelo serviço no local e orienta a contratação de engenheiros habilitados para acompanhamento na execução de obras e serviços.

O Conselho esclarece que um processo administrativo foi aberto para
apurar a responsabilidade pela intervenção no local e entrevistas e
depoimentos do trabalhador sobrevivente devem ser utilizados para
esclarecimento do caso. O Crea-PR ressalta a necessidade de atender as normas de segurança do trabalho e lembra que a NR18 trata das atividades de risco, entre elas, as escavações. A partir de 1,25 metros, as valas já necessitam de dispositivos de segurança e as escoras devem estar presentes nas escavações a partir de 1,70 metros.

“É preciso utilizar os equipamentos de segurança para proteger o
trabalhador. Não só quem está dentro da vala, mas também quem está
operando do lado de fora. As normas são detalhadas e criteriosas para
trazer segurança ao local”, explicou o gerente regional do Crea Apucarana,
o Engenheiro Civil Jeferson Antonio Ubiali. 

Ele ainda alerta que nas atividades de risco, como escavações e trabalho em altura, o profissional técnico fica responsável por determinar quais as
medidas para proteger o local e os trabalhadores.

“Quando o Crea-PR fiscaliza o exercício profissional, ele apura quem é o
engenheiro responsável pela obra, pois é esse engenheiro quem vai determinar os cuidados necessários na execução do serviço com segurança
e qualidade. As pessoas que trabalham nem sempre possuem o
conhecimento suficiente sobre as normas de segurança. É papel do
engenheiro garantir a proteção do local”, esclareceu.

O Crea-PR, criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela
regulamentação e fiscalização dos profissionais da empresa das áreas das
engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização e valorização profissional por meio de termos de fomentos disponibilizados via editais de chamamento. 

Polícia Civil investiga o acidente
A polícia civil de Marilândia do Sul instaurou inquérito para investigar as causas do acidente que matou 4 trabalhadores soterrados na tarde de sexta-feira (30). De acordo com o delegado responsável pelo caso Felipe Ribeiro Rodrigues, a investigação segue a linha de apuração de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Duas perícias foram realizadas no local do soterramento e os policiais e outros profissionais que atuaram no salvamento dos trabalhadores já foram ouvidos. “Nós aguardamos os laudos da criminalística para apurar se houve algum tipo de negligência. Ainda não é possível indicar o que teria causado o soterramento, entendemos que o que ocorreu foi um acidente e nenhum dos envolvidos no trabalho da propriedade foram ouvidos ainda”, disse.

O delegado afirma ainda que o proprietário do local onde o acidente aconteceu já se colocou à disposição da polícia para prestar todos os esclarecimentos necessários. “O dono da propriedade é uma pessoa bastante conhecida na cidade, de boa índole e está muito abalado com o que aconteceu. Ele já se prontificou a ajudar no que for necessário para as investigações, e assim que possível também deverá ser ouvido”, garantiu.O responsável pela investigação contou ainda que o trabalhador sobrevivente da tragédia já recebeu alta do hospital e deverá ser ouvido também. “É uma investigação para apurar as causas e o grau de culpa que levaram a este acidente”, finalizou o delegado.

Entenda o caso
Cinco trabalhadores estavam em uma obra de instalação de tubulação de irrigação em uma propriedade rural de Marilândia do Sul, quando foram soterrados por volta das 16h30 de sexta-feira (30). A operação de resgate seguiu noite adentro e mobilizou cerca 15 bombeiros, socorristas do Samu, Defesa Civil de Marilândia do Sul. 

Um grande número de moradores das redondezas acompanhou a operação. Um trabalhador foi socorrido pelas equipes de resgate e encaminhado ao Hospital da Providência de Apucarana. Os outros quatro trabalhadores morreram soterrados. Morreram no acidente, Igor Daniel da Silva, 17 anos, Josimar Pereira de Souza, 23 anos, Valdeir Barbosa, 38 anos e Jonas Benedito Lopes, 31 anos.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Soprap

Edhucca

Últimas de Região

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber