Mais lidas
Região

Plano de arborização prevê erradicação de 5 mil espécies exóticas em Ivaiporã

.

Com o Plano Municipal de Arborização aprovado pelo Comitê de Trabalho Interinstitucional para Análise dos Planos Municipais de Arborização Urbana no Estado do Paraná e pelo Ministério Público, a Prefeitura de Ivaiporã estima que até 2027 terá remover e substituir aproximadamente 5 mil espécies das cerca de 43 mil árvores plantadas na via urbana. Serão substituídas, árvores inadequadas e reconhecidas como espécies exóticas invasoras, além de plantas comprometidas e em péssimas condições fitossanitárias. O plano prevê ainda os critérios para a renovação e o plantio correto de espécies no município. 

Segundo a bióloga Denise Kusminski da Silva, do Departamento de Meio Ambiente da Prefeitura de Ivaiporã, uma das coordenadoras do plano, dentre as árvores que serão substituídas estão espécies exóticas invasoras, tais como: grevilha, uva do Japão, leucena , espirradeira, alfeneiro, magnólia-amarela, murta goiabeira. Leva-se em consideração também árvores como ficus e flamboyant “Elas possuem raízes agressivas, causando muitas vezes transtornos e destruindo tubulações, fiação elétrica e acessibilidade dos transeuntes”, explica Denise.

Segundo o secretário de Meio Ambiente Jayme Ayres, por conta que a remoção de todas essas árvores ao mesmo tempo causaria um grande impacto ambiental, as substituições serão mediante autorizações do Departamento Municipal de Meio Ambiente. “Assim teremos condições de orientar o corte, bem como a espécie a ser substituída”.

Ayres relata ainda que o Viveiro Municipal distribui as mudas gratuitamente. “Nosso viveiro hoje está localizado no Parque Jardim Botânico com estoque de 50 mil mudas. Produzimos espécies adequadas a legislação e as normas ambientais. Para retirar as mudas, o requerente terá que apresentar somente o comprovante de residência”, diz.

O prefeito Miguel Roberto do Amaral (PSDB) diz que a proposta é inovadora e vai ajudar a desenvolver a arborização de forma adequada sem prejuízo à cidade, principalmente para a melhoria da qualidade de vida da população. 
“A finalidade é orientar a ação pública e os moradores. Isso vai contribuir para a biodiversidade, equilíbrio ambiental e climático, bem-estar da população e a constituição da nossa paisagem urbana”, relata Miguel Amaral. 

ALFENEIRO

Ainda conforme informações da bióloga Denise Kusminski da Silva, o alfeneiro é a árvore de espécie exótica invasora que apresenta maior número de espécies no quadro urbano em relação as outras plantas exóticas invasoras. “Em uma amostragem de 25.600 m² temos ocorrência de 19,84% em relação as outras no mesmo local”, relata Denise. 

O alfeneiro, é uma espécie originária do Japão amplamente utilizada na arborização urbana de muitas cidades brasileiras. Seus frutos são dispersos por aves, contribuindo para que a espécie colonize áreas verdes e ocupe o espaço de nativa. 

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber