Política

Projeto do vereador Júnior reforça educação no trânsito em Apucarana

Da Redação ·
 Júnior: respeito à faixa de pedestre e apoio a boas práticas no trânsito
fonte: Divulgação
Júnior: respeito à faixa de pedestre e apoio a boas práticas no trânsito

A Câmara de Apucarana aprovou nesta terça-feira (28), em redação final, projeto de lei de autoria do vereador Sebastião Ferreira Martins Júnior (PDT) que cria no âmbito do Legislativo a campanha de divulgação sobre o uso da faixa de pedestre. Segundo o vereador, embora o projeto se volte ao respeito à faixa, o objetivo é propor um debate mais amplo, envolvendo a educação no trânsito. “Queremos, desde já, destacar a boa acolhida que o projeto obteve junto ao major Aimoré Nunes Moreira, comandante do 10º. Batalhão da Polícia Militar, e junto à diretoria da Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACIA), pela manifestação de interesse de pôr esta campanha na rua”, afirma Júnior.

continua após publicidade

Ele lembra que Apucarana, como cidade pólo numa região com cerca de 30 municípios, tem a função de irradiar boas práticas de cidadania. “E a educação no trânsito é uma dessas práticas. Temos visto muitos motoristas avançando sobre as faixas, num desrespeito aos pedestres, muitas vezes gestantes, crianças e pessoas idosas”, assinala o vereador. Para Júnior, é necessário que a educação no trânsito ocorra em várias frentes, começando pelas escolas e seguindo dentro das empresas, das entidades de classe e outros segmentos. “A Câmara precisa  dar a sua parte utilizando o seu site, as sessões itinerantes, a Câmara do Estudante e outros espaços disponíveis para divulgar esta campanha”, acrescenta o vereador.

continua após publicidade


Ele apresentou levantamento feito junto ao Detran mostrando que a frota de veículos cadastrados em Apucarana é de 58.526 unidades, das quais 33.729 são automóveis, 2.179 são caminhões e 11.126 motocicletas. Os demais estão divididos entre caminhonetes, ônibus, triciclos, utilitários etc. Júnior lembra que muitas pessoas continuam sendo vítimas de atropelamento em Apucarana ou sofrendo outros tipos de acidentes que matam ou deixam graves seqüelas. “É preciso um esforço conjunto para mostrar que não podemos ter um discurso em relação à vida e em relação aos nossos semelhantes e uma prática no trânsito que acabe por contradizer tudo isso. Fico feliz que os vereadores tenham entendido a importância desse tema e que o projeto tenha sido aprovado por unanimidade”, finaliza o vereador.