Paraná

PCPR prende três pessoas ligadas a homicídio de radialista em Ubiratã

O principal suspeito do crime é o filho do casal. As capturas aconteceram nesta quarta-feira (6).

Da Redação ·
Antônio Beckhauser, 58 anos
fonte: Reprodução
Antônio Beckhauser, 58 anos

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu três pessoas ligadas ao homicídio do radialista Antônio Beckhauser, de 57 anos, e à tentativa de homicídio contra a esposa da vítima, de 56 anos, ocorridos no dia 15 de setembro de 2021, em Ubiratã, na região Central do Estado. O principal suspeito do crime é o filho do casal. As capturas aconteceram nesta quarta-feira (6). 

continua após publicidade

Segundo apurado nas investigações, o filho foi o mandante da ação criminosa e a motivação está ligada ao interesse na herança dos pais e na venda de um imóvel avaliado em cerca de um milhão de reais.

Segundo a polícia, Antônio era contrário ao inventário da casa da mãe dele, que era avó paterna do acusado. Os outros dois detidos são o intermediador e o executor.

continua após publicidade

Na época, o filho assistia televisão com o pai e foi baleado, na região da perna. Segundo a polícia o ferimento foi causado para tentar simular um possível latrocínio.

A esposa do radialista, Marilene Macagnan Beckhauser, levou um tiro na boca e no braço, ambos foram encaminhados ao Hospital Santa Casa de Misericórdia de Campo Mourão.

As prisões aconteceram de forma simultânea nos municípios de Ubiratã, Campina da Lagoa, e em Nova Motim, no Mato Grosso. Todos os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Com informações RIC Mais