Paraná

Comerciantes protestam em frente à casa de Greca

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Comerciantes protestam em frente à casa de Greca
fonte: Reprodução/Banda B
Comerciantes protestam em frente à casa de Greca

Um grupo de comerciantes protestou em frente à casa do prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), no Batel, na noite desta sexta-feira (12), momentos depois do anúncio sobre o novo decreto que impõe medidas mais restritivas no combate à Covid-19 na capital. A adoção da bandeira vermelha, que entrou em vigor às 0h deste sábado (13), suspende várias atividades e restringe outras.

continua após publicidade

Curitiba bate recorde de mortes e confirma 34 novas em 24 horas; ocupação das UTIs é de 96%Curitiba entra em lockdown praticamente sem leitos em hospitais; saiba como vai funcionar a bandeira vermelha“Fomos empurrados para o pior”, diz Greca após início de bandeira vermelha em Curitiba

“Greca, vai trabalhar. Curitiba não pode parar!”, foi uma das palavras de ordem repetidas em frente à casa do prefeito, que horas antes usou as redes sociais para anunciar medidas mais duras para enfrentar a pandemia.

continua após publicidade

Lucas Noventa, um dos empresários que esteve presente na manifestação, classificou as ações de Greca como erradas. “Viemos mostrar nossa indignação dentro das decisões erradas que nosso governador e prefeito estão tomando. É um jogo de ‘empura-empurra’ que ninguém mais sabe aonde acertar”, disse.

Noventa também expressou dúvidas que muitos comerciantes têm feito em meio ao fechamento e suspensão de atividades não essenciais: “Como vamos pagar as contas que estão vencendo?”

“Não somos culpados por tudo isso. O governo era quem tinha que ter orientado melhor para que as pessoas não fossem às praias e eventos”, afirmou.

O grupo saiu da frente da casa do prefeito após a chegada de agentes da Guarda Municipal (GM). Um novo protesto contra o lockdown está programado para acontecer na tarde deste domingo (14).