Geral

Valcke paga sorvete com nota de R$ 100 e é confundido por Paes

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Valcke paga sorvete com nota de R$ 100 e é confundido por Paes
fonte: Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil
Valcke paga sorvete com nota de R$ 100 e é confundido por Paes

RIO DE JANEIRO, RJ - Em fuga da imprensa que o perseguia nesta segunda-feira (2) para comentar denúncia de suborno na escolha do Qatar como sede da Copa de 2022, o secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke se refugiou num quiosque de sorvete no Riocentro.

continua após publicidade

O suíço sacou um bolo de notas de R$ 100 e, com uma delas, pagou um sundae de morango, uma casquinha de baunilha para o diretor da Fifa TV, Niclas Ericson, e uma água para o diretor do COL (Comitê Organizador Local), Ricardo Trade.

"Cobra dele que está com dinheiro", disse Trade à atendente. O troco para a conta de R$ 13 demorou alguns minutos.

continua após publicidade

Valcke inaugurou no local o IBC (International Broadcasting Center), complexo de estúdios e centrais de geração de imagens dos jogos do torneio.

"Para quem tinha dúvidas, a Copa do Mundo já está acontecendo", disse Valcke.

Às vésperas da Copa, o prefeito Eduardo Paes, aparentou estar mais preocupado com a Olimpíada. Por três vezes, chamou Valcke de Felli, sobrenome do diretor do COI, Gilbert Felli, que acompanha as obras para os Jogos no Rio.

continua após publicidade

Em seu discurso, Paes pediu à imprensa estrangeira que não compare o Brasil com países do primeiro mundo.

"O Brasil deve ser comparado com ele mesmo. Observem as transformações por que o Rio e o Brasil passam", diz Paes.