Geral

Russa joga filhos de 4 e 7 anos do 15º andar: 'Estava de saco cheio'

Da Redação ·
Galina Ryabkova, de 30 anos foi presa em Moscou sob acusação de ter atirado seus dois filhos pela janela do 15º andar do prédio
fonte: Reprodução/LifeNews.ru
Galina Ryabkova, de 30 anos foi presa em Moscou sob acusação de ter atirado seus dois filhos pela janela do 15º andar do prédio

Uma russa de 30 anos foi presa em Moscou sob acusação de ter atirado seus dois filhos pela janela do 15º andar do prédio em que reside. As duas crianças, de 4 e 7 anos, morreram antes da chegada de médicos ao local. A informação é do jornal russo LifeNews.ru.

Conforme testemunhas, a mulher, Galina Ryabkova, disse que atirou as crianças porque estava de "saco cheio" delas. O jornal britânico Daily News informou ainda que ela teria decidido "se livrar delas (das crianças)".

A ação foi parcialmente registrada no circuito interno de segurança do prédio. As imagens mostram uma das crianças atingindo o solo, no canto do vídeo. Momentos depois, a mãe aparece caminhando pela entrada do edifício calmamente, com uma expressão facial descrita como "sem emoção". Ela tenta deixar o local é contida por vizinhos.

A mulher foi detida pela polícia, que chegou momentos depois. Ela morava no oitavo andar do prédio com as crianças e o marido, que estava fora da cidade em uma viagem a trabalho. Segundo o jornal russo, ela teria subido ao 15º andar para atirar os filhos. Ela foi encaminhada a um hospital psiquiátrico.

continua após publicidade