Esportes

Vitória de Alex Poatan sobre Strickland o credencia à disputa do cinturão no UFC

(via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Apesar de não ter sido o evento principal da noite, a vitória de Alex Pereira, ou simplesmente Alex Poatan, foi o combate que mais chamou a atenção do público no UFC 276, disputado em Las Vegas. Favorito contra Sean Strickland, número 4 do ranking dos pesos médios até então, o brasileiro aplicou um nocaute, ainda no primeiro round, para garantir sua terceira vitória seguida na organização.

continua após publicidade

Com experiência no kickboxing, Poatan precisou de pouco mais de 2 minutos e meio para levar o americano ao chão. Com um golpe cruzado no queixo, o brasileiro, que já levava perigo ao adversário com chutes, acertou um cruzado de esquerda para encerrar o combate.

O lutador, que chegou a essa luta ainda sem estar ranqueado em sua categoria, já entra na conversa para a disputa do cinturão. O nigeriano Adesanya, invicto entre os médios e que venceu a luta principal da noite no último sábado, já foi derrotado duas vezes por Poatan no kickboxing.

continua após publicidade

Em entrevista ao Estadão antes de sua luta, Alex destacou esse histórico recente contra Adesanya, em uma possível disputa de cinturão no futuro. "Ele é um 'cara' muito difícil, mas eu já tive duas oportunidades de enfrentá-lo e ganhei as duas. Em um terceiro combate, as coisas vão ficando cada vez mais fáceis e, assim como ele, eu também vou ganhando experiência no UFC", conta.

Antes do duelo entre Strickland e Poatan pelo UFC 276, Dana White afirmou que o vencedor seria o próximo desafiante ao cinturão. Em um possível reencontro, o mais importante entre eles, o brasileiro segue confiante, ao afirmar que Adesanya "não empolgou" em seu último duelo.

"Estava ali na frente mesmo (do octógono) e, para ser sincero, não me empolgou (Adesanya). Vi as pessoas indo embora no quarto round, não estavam empolgadas. Mas acho que na próxima luta ele vai ter que vir melhor. Se ele vier dessa forma aí, não vai ter jeito", afirmou Poatan em entrevista ao canal Combate após a luta.

continua após publicidade

Já Adesanya, que venceu Cannonier por decisão unânime dos juízes, adotou um tom provocador ao falar do brasileiro. "Sabemos quem é o próximo, é o Poatan. Acredite, nós lutamos antes no kickboxing, com luvas mais fofas. Agora, no MMA, eu vou te derrubar, e você vai ficar congelado, como a Elsa", disse o nigeriano, em referência ao filme "Frozen", da Disney, ainda no octógono.

Esse sucesso de Poatan se deve muito aos seus treinamentos. Ele é parceiro da academia de Glover Teixeira, ex-campeão dos pesos pesados do UFC e que já colocou o brasileiro como um futuro campeão da organização, em entrevista ao Estadão. "Eu não tenho dúvidas de que ele (Poatan) será campeão em breve. Eu observo de perto seus treinamentos e percebo a qualidade em seu combate", contou.

Ainda sem data marcada, a rivalidade entre Adesanya e Alex Poatan reservará um confronto animado para o UFC em breve. Após a vitória do brasileiro no sábado, Jon Jones, ex-campeão da organização, também escolheu seu lado e elogiou seu desempenho no combate. "Acabei de voltar e assistir Alex Poatan lutar!! Sim, eu estou aprendendo com ele o dia todo. Ele fez parecer fácil demais. Realmente difícil de acreditar que ele estava sem classificação antes dessa luta", afirmou em seu Twitter.