Esportes

Claudinho e Malcom vivem bom momento no Zenit e miram títulos após ouro olímpico

Da Redação ·

Amigos desde os 10 anos e campeões olímpicos com o Brasil nos Jogos de Tóquio, os atacantes Claudinho e Malcom têm desfrutado a ótima fase em campo com a camisa do Zenit St.Petersburg, da Rússia. A dupla brasileira é destaque do atual tricampeão russo. O ex-Red Bull Bragantino é o segundo maior artilheiro do time na temporada e contribuiu com 11 gols, marcando nove vezes e dando duas assistências, nos 18 jogos em que foi a campo. Já o ex-Corinthians participou de dez gols, balançando a rede em três oportunidades e dando sete passes.

continua após publicidade

Claudinho foi eleito pelos torcedores russos o melhor jogador do time em três dos quatro meses em que passou a jogar pelo Zenit St.Petersburg. Apesar do ótimo momento em campo, ele ressalta que a adaptação ao país de Putin exigiu muita dedicação e apoio dos familiares.

"Acho que a barreira linguística foi o maior problema, senti bastante no início. Esse problema era inexistente para mim no Brasil, estar na Rússia e ouvir uma língua nada familiar em todo lugar não foi uma tarefa fácil. Mas logo consegui me virar, um pouco de inglês aqui, um espanhol ali, algumas palavras em russo e todos nós nos entendemos (risos). Outra dificuldade foi o clima, é claro. Em novembro e dezembro ficou muito frio e nevou, eu nunca tinha visto isso na minha vida, era tudo novo para mim. Mas tudo bem, também já estou me acostumando com isso", disse o jogador em janeiro ao site do clube.

continua após publicidade

Malcom e Claudinho cultivam a amizade há muitos anos e, logo que se reencontraram no Zenit St.Petersburg, a parceria entre os dois só aumentou dentro e fora de campo. "Conheço o Cláudio desde os 10 anos, sempre jogamos contra. Ele pelo Santos, eu pelo Corinthians. Sempre tive muito carinho e respeito por ele. Fomos nos conhecendo até ele chegar ao Corinthians. Ele merece tudo de bom, pois batalhou muito. Eu aqui no Zenit fui o primeiro a falar para contratá-lo. Nos conhecemos de olhar um para o outro. Ele vem tendo um ótimo rendimento. Esperamos fazer grandes jogos", disse Malcom.

O assistente técnico do Zenit St.Petersburg, William de Oliveira, elogia o desenvolvimento de ambos e diz que a amizade deles ajuda mais na adaptação. "O Malcom chegou bem antes, teve um tempo maior e agora, sem lesões, está apresentando um bom futebol. Claudinho se adaptou muito rápido ao nosso sistema de jogo e à Europa em si. Claudinho começou muito bem, fez muitos gols e deu assistências. É um dos nossos destaques. Esperamos que ele mantenha e até aumente esses números. Eles são muito importantes ao clube", analisa. O time russo pagou quase R$ 100 milhões para tirá-lo do Bragantino.

Além de Claudinho e Malcom, o elenco conta com outros três brasileiros: o lateral-esquerdo Douglas Santos, o volante Wendel e o centroavante Yuri Alberto. O grupo é unido e tem se ajudado na adaptação. O Zenit St.Petersburg tem uma versão em português do seu site oficial e também uma conta brasileira no Twitter.

continua após publicidade

O Zenit St.Petersburg é líder do Campeonato Russo, com 38 pontos, dois a mais que o vice Dínamo Moscou. O que chama atenção são os números do ataque, o melhor da competição. Até aqui, tem uma média de 2,4 gols por jogo. Foram 44 gols marcados, 11 a mais que o do segundo colocado. O clube vem de três títulos consecutivos do Russo e quer o tetracampeonato.

A equipe está invicta há 12 jogos e não perde desde o dia 2 de novembro, quando foi superada pela Juventus por 4 a 2, pela Liga dos Campeões. O time foi terceiro colocado no Grupo H e agora disputa a Liga Europa, torneio conquistado pelo clube em 2008 em um time liderado pelo russo Andrey Arshavin e ainda sem brasileiros no elenco.

Com Claudinho e Malcom em campo, o Zenit St.Petersburg enfrenta em casa o Betis, terceiro colocado do Campeonato Espanhol, nesta quinta-feira, pelo jogo de ida da segunda fase da competição europeia. "Eu e Malcom temos uma parceria muito forte e não é de hoje, isso me ajudou bastante aqui. Estou trabalhando para que cada vez seja melhor e cresçamos cada vez mais", diz Claudinho.