Mais lidas
Esportes

Neymar chora em entrevista após receber elogio de Tite

.

SÉRGIO RANGEL, ENVIADO ESPECIAL

LILLE, FRANÇA (FOLHAPRESS) - Dentro de campo, o atacante Neymar fez um gol de pênalti e desperdiçou uma outra cobrança.

Mas o jogador do Paris Saint-Germain chamou a atenção ao chorar nesta sexta (10) ao participar da entrevista coletiva após a vitória da seleção contra o Japão, por 3 a 1, em Lille.

Ele fez questão de falar com os jornalistas e não conteve a emoção após Tite elogiá-lo.

O ex-santista pediu para "parte da imprensa" parar de "inventar histórias" de desentendimentos dele com os companheiros de clube francês. Nos últimos dias, Neymar foi protagonista de uma série de artigos na imprensa francesa sobre seu relacionamento supostamente turbulento com o treinador do PSG e com o uruguaio Cavani.

"Estou muito bem em Paris, estou feliz. Estou motivado para ser um jogador que dê tudo dentro de campo. Enfim, é uma coisa que está me incomodando muito. Eu não tenho nenhum problema com o Cavani, não tenho nenhum problema com o treinador. Eu quero que desde já parem de inventar histórias de que estou com problemas com o treinador", disse Neymar.

"Eu vim para ajudar, para contribuir, vim para ajudar meu treinador. É uma coisa que vem incomodando sim, até conversei sobre isso com o Tite. Então, peço que parem", acrescentou.

Neymar não costuma participar da coletiva. Ele raramente fala após os jogos. Desta vez, ele disse que fez questão de se pronunciar.

"Não estou bravo, nem puto da vida. Vim com vontade própria, de falar o que eu penso. Eu sou bem realista, não gosto de burburinhos, de histórias. O que eu falo de incômodo é sobre pessoas que pensam que sabem de tudo e não sabem. Então é mais fácil vocês escutarem da minha boca. Eu não tenho nenhum problema no PSG", disse o atacante.

Depois do desabafo de Neymar, Tite fez questão de dar o seu depoimento em defesa do jogador.

"Cansei de ouvir que o Tite tinha problema com o Neymar. E posso falar de cadeira do caráter dele, da grandeza dele no vestiário. Somos seres humanos, às vezes sofremos faltas e reagimos de forma errada. Eu já reagi de forma errada na minha carreira. Mas não devemos falar da índole. Posso falar do caráter, da índole e do grande coração que o Neymar tem", afirmou o técnico.

No meio do depoimento de Tite, o atacante começou a chorar e deixou a sala de entrevista com a mão no rosto.

SÓ PERDE QUEM BATE

Na vitória contra o Japão, Neymar fez um gol de pênalti, com a ajuda do árbitro de vídeo. No segundo tempo, ele recebeu um cartão amarelo também por causa do vídeo.

"Sim, aconteceu muita coisa comigo, com a tela nova que estão usando. É um tema que não tenho que muito o que opinar", disse o atacante.

Ao ser questionado pelo pênalti desperdiçado, ainda no primeiro tempo, ele respondeu: "Só perde quem bate", completou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber