Esportes

Ovacionado, Federer bate Tsonga em grande exibição

Da Redação ·
Mais uma vez ovacionado pela torcida brasileira, Roger Federer fez o que se esperava dele neste sábado e derrotou em grande estilo o francês Jo-Wilfried Tsonga, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/3, em sua segunda exibição em São Paulo, na série Gillette Federer Tour. Diante de um Ginásio de Ibirapuera quase lotado, o suíço exibiu boa parte de seu arsenal técnico, mostrando apresentação superior em relação à derrota contra Thomaz Bellucci na quinta-feira, e se divertiu em quadra, interagindo com o público, que respondia imediatamente aos seus apelos e aos seus golpes marcantes. Em 1h39min de duelo, Federer levantou a torcida com jogadas de efeito, entre smashes e deixadinhas, bolas aceleradas no fundo de quadra e fulminantes subidas à rede. Animado, pedia a aprovação da torcida após golpes geniais e "regia" a "ola" nas arquibancadas. Diante de uma marcação duvidosa da arbitragem, pediu a troca de um dos juízes de linha, com um sorriso maroto no rosto. Com este embalo, faturou a primeira quebra de saque logo no primeiro game da partida. Mais consistente, administrou a vantagem até perder o serviço no décimo game. Sem aliviar, Tsonga mantinha o mesmo nível de Federer, o que valorizava a exibição. Federer, porém, se impôs no tie-break e venceu o set inicial. Antes sisudo, Tsonga passou a se soltar no segundo set. Dançou em quadra, brincou com um dos pegadores de bola e até rebolou para a torcida, ao se agachar para amarrar o cadarço do seu tênis. Mas, mesmo com seu potente saque, que chegava a 224 km/h, o francês perdeu o saque por duas vezes na segunda parcial. Perto da derrota, o atual número oito do mundo desacelerou e adotou postura mais descontraída. Após devolução indefensável de Federer, o francês sentou no fundo da quadra e entregou sua raquete para um pegador de bola, que teve o privilégio de sacar três vezes contra o suíço. Sem esconder o cansaço, em razão do calor intenso dentro do ginásio, o suíço repetiu a "estratégia" do francês e foi substituído por outro pegador de bola, também sem sucesso. De volta ao jogo, após a brincadeira, Federer converteu seu terceiro match point e sacramentou a vitória. Federer encerrará sua visita ao Brasil neste domingo, em sua terceira exibição no Ibirapuera. Às 18 horas, ele entrará em quadra para enfrentar o alemão Tommy Haas. Antes, a partir das 16 horas, Thomaz Bellucci vai duelar com o espanhol Tommy Robredo.
continua após publicidade