MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Dirigente diz que BC inglês construiu regime bancário que aguenta choques e quebras

Vice-presidente para Regulação Prudencial do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Sam Woods avaliou que, nos últimos 15 anos, as reformas financeiras são "uma história de sucesso". "Temos construído um regime que pode suportar choques, incluindo

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado)

·
Escrito por Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado)
Publicado em 16.10.2023, 12:59:00 Editado em 16.10.2023, 13:02:18
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Vice-presidente para Regulação Prudencial do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Sam Woods avaliou que, nos últimos 15 anos, as reformas financeiras são "uma história de sucesso". "Temos construído um regime que pode suportar choques, incluindo quebras de banco, sem desmoronar", ressaltou, em discurso nesta segunda-feira, 16, na Mansion House, em Londres.

continua após publicidade

O dirigente disse, porém, que ainda "há muito a ser feito" e citou reformas potenciais, em seu discurso. Para ele, trata-se de "completar a missão estabelecida por nós após a crise de 2008, em vez de repensar totalmente a regulação".

Woods enfatizou a importância de se manter alerta, mas considerou que nos últimos 12 meses o sistema bancário global ficou mais forte.

continua após publicidade

Em seu discurso, a autoridade do BoE mencionou as quebras recentes do Silicon Valley Bank (SVB), nos EUA, e do Credit Suisse, na Suíça.

Ele notou que houve "algumas quebras bancárias dramáticas", mas ressaltou que isso não levou a uma crise sistêmica. Para Woods, os episódios podem ser vistos como "casos de sucesso" no esforço de reformas após a crise financeira.

Woods argumentou que um sistema de "risco zero" de quebras em um sistema privado. Por outro lado, ressaltou a importância de que se evitem crises financeiras sistêmicas. "Se uma empresa quebra, não pode ser permitido que isso vire um efeito dominó que derrube todo o sistema."

Ao tratar do caso dos dois bancos citados, Woods citou a importância de que as autoridades atuem rápido para conter o problema. Uma resolução inadequada pode prejudicar a confiança de modo sério, advertiu. Na avaliação dele, nos dois casos o contágio para o sistema bancário global "foi limitado".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Dirigente diz que BC inglês construiu regime bancário que aguenta choques e quebras"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!