Cotidiano

GCM humilhado por desembargador em Santos pede R$ 144 mil por danos morais

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia GCM humilhado por desembargador em Santos pede R$ 144 mil por danos morais
fonte: Reprodução
GCM humilhado por desembargador em Santos pede R$ 144 mil por danos morais

O guarda civil municipal Cícero Hilário, que foi humilhado pelo desembargador Eduardo Siqueira, entrou com uma ação judicial pedindo cerca de R$ 114 mil de indenização por danos morais.

continua após publicidade

Cícero, de 36 anos, foi chamado de "analfabeto" depois de ter multado o desembargador por não utilizar a máscara de proteção individual para conter a propagação da covid-19. Além de ofender o agente de segurança, Eduardo tentou dar "carteirada" e rasgou a multa.

Após cinco dias do acontecido, Siqueira publicou uma nota em que pedia desculpas. Destacou ainda que o guarda foi "irresponsável". O desembargador se tornou alvo de um processo administrativo disciplinar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e acabou sendo afastado do cargo.