Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Cotidiano

Secretaria de Saúde do Paraná emite nota sobre possível caso confirmado de coronavírus em Curitiba

.

Um morador de Curitiba foi atendido em um hospital particular e a amostra enviada para laboratório, também da rede privada, confirmou um possível caso de coronavírus. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) emitiu uma nota oficial sobre o caso.

A nota explica que o paciente se trata de " Um morador de Curitiba, de 54 anos, com quadro clínico de tosse e febre, que retornou da Europa no início de março".

Ainda segundo a nota, "segundo o protocolo e as orientações do Ministério da Saúde, somente após a confirmação pelos laboratórios públicos, como o Lacen do Paraná e a Fiocruz do Rio de Janeiro, é que o resultado passa a ser validado. O material já está sendo encaminhado para a contraprova nas respectivas unidades laboratoriais. Vale lembrar que, embora o exame feito na rede privada seja considerado válido, a confirmação passa pelas autoridades sanitárias do Estado e do Município em questão, cumprindo assim o estabelecido pelo MS".

Segue a nota: "A Secretaria de Estado da Saúde reitera que está adotando todas as medidas preventivas e de retaguarda, inclusive com a rede pública hospitalar, com mais de 60 estabelecimentos em várias regiões, pronta para atender os casos que venham a ser confirmados."

Leia a nota abaixo, na íntegra:

A Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba informam o primeiro provável caso de coronavírus (Covid-19) no Paraná. Um morador de Curitiba, de 54 anos, com quadro clínico de tosse e febre, que retornou da Europa no início de março.

Um laboratório particular positivou o exame nesta quarta-feira (11), depois do homem procurar hospital privado, passando em seguida ao isolamento domiciliar.

No entanto, segundo o protocolo e as orientações do Ministério da Saúde, somente após a confirmação pelos laboratórios públicos, como o Lacen do Paraná e a Fiocruz do Rio de Janeiro, é que o resultado passa a ser validado.

O material já está sendo encaminhado para a contraprova nas respectivas unidades laboratoriais.

Vale lembrar que, embora o exame feito na rede privada seja considerado válido, a confirmação passa pelas autoridades sanitárias do Estado e do Município em questão, cumprindo assim o estabelecido pelo MS.

Qualquer informação divulgada de forma apressada, atropelando o fluxo oficial, seja por parte de hospitais ou laboratórios, representa um desserviço à população, gerando instabilidade social e à saúde pública.

A Secretaria de Estado da Saúde reitera que está adotando todas as medidas preventivas e de retaguarda, inclusive com a rede pública hospitalar, com mais de 60 estabelecimentos em várias regiões, pronta para atender os casos que venham a ser confirmados.

O Paraná foi um dos primeiros estados a lançar o plano de ação e contingenciamento para enfrentar a Covid-19, reconhecido pelo próprio Ministério da Saúde como uma referência nacional e um dos melhores do Brasil.

Equipes da Sesa estão em alerta, monitorando permanentemente a situação, por meio do Centro de Operações em Emergências (COE), e ressalta o compromisso de informar com total transparência os dados e fatos apurados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber