Facebook Img Logo
Mais lidas
Cotidiano

Youtuber de 14 anos morre após ser baleada na testa e família doa órgãos e cabelo

.

Mãe sempre acompanhava a garota nos compromissos para o canal do Youtube. Foto: Reprodução/Facebook
Mãe sempre acompanhava a garota nos compromissos para o canal do Youtube. Foto: Reprodução/Facebook

A morte da youtuber e miss Paranaguá Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, foi confirmada no começo da noite de quarta-feira (14), pela Secretaria de Saúde do Paraná. Ela estava internada no Hospital Regional de Paranaguá, no Litoral do Estado, vítima de disparo de arma de fogo. A Polícia Civil confirmou um empresário de 26 anos, morador em Curitiba, que está preso acusado de atirar contra ela. O jovem alega que houve uma briga de trânsito, contudo, a mãe da vítima afirma que não houve discussão ou xingamento, e que o rapaz está mentindo.

Ainda pela manhã, a mãe havia confirmado no Facebook que Isabelly teve morte cerebral. No entanto, diversos procedimentos são necessários para que se ateste a morte. A confirmação oficial da morte cerebral aconteceu à noite. A família optou em doar os órgãos e da garota e, inclusive, o cabelo da youtuber. 

A garota estava ao lado da mãe e outras duas pessoas, dentro do carro da família, retornando para Paranaguá, quando foi atingida por tiro disparados por ocupante de outro carro. De acordo com a polícia, a jovem tinham ido ao República Music Hall para entrevistar o MC Gusta para o seu canal no YouTube. O crime aconteceu na PR-042, próximo ao Balneário de Shangrilá, por volta das 3 horas, quando ela retornava da casa de shows. Assim que foi atingida, a mãe pediu socorro aos policiais militares que estavam em uma viatura no Balneário de Ipanema.

O detido, que se preparava para retornar a Curitiba, foi encaminhado com mais dois amigos à Delegacia de Matinhos. Além dele, a polícia encontrou uma pistola 380 e apreendeu o carro utilizado no crime. O irmão do suspeito e um adolescente estavam com ele no momento da prisão e a polícia investiga se ele será liberado ou teve participação no atentado. A arma é legal e o suspeito é um empresário que atua na região Sul de Curitiba, no bairro Sitio Cercado, e que estava passando o feriado de Carnaval na praia.

O suspeito, que tem casa no Balneário Canoas e há anos passa o verão no local, não teve o nome revelado. Ele foi levado à Delegacia de Ipanema.

As informações são da Banda B




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Cotidiano

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber