Arapongas

Honpar ganha mais 16 leitos exclusivos para covid-19

Mais 51 leitos exclusivos para Covid-19 foram ativados nesta semana no Estado.

Da Redação ·

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) ativou nesta semana, até esta quinta-feira (27), mais 51 leitos exclusivos para atendimento a pacientes com Covid-19. São 45 leitos de enfermaria e seis de UTI.

continua após publicidade

No Hospital Norte do Paraná (Honpar), em Arapongas, foram dez leitos de enfermaria e seis UTIs. Essa a 5ª vez que a Sesa ativa leitos exclusivos para covid-19 no hospital.

O relatório de ocupação de leitos divulgado na quarta-feira(26), pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), mostrou que o Honpar registrou lotação de 97,5% na enfermaria, com 39 pacientes internados para 40 leitos. E na UTI, 54 pacientes internados nos 60 leitos disponíveis, lotação de 90%.

continua após publicidade

Além de Arapongas teve ampliações nos municípios de Nova Tebas, na região Central do Estado, com dez enfermarias; Paranavaí (Noroeste), com 15 enfermarias, e Curitiba, com dez enfermarias.

Segundo a Regulação de Leitos Estadual, o Paraná tem atualmente 4.791 leitos exclusivos Covid-19. Destes, 1.944 são UTIs e 2.847 enfermarias. Neste momento a ocupação é de 94% e 83%, respectivamente.

“Desde o início da pandemia, o Governo do Estado, sob orientação do governador Ratinho Junior, vem articulando a abertura de novos leitos em todas as regiões do Paraná. É um trabalho incansável, que envolve investimentos financeiros e de recursos humanos”, disse o secretário da Saúde, Beto Preto.

continua após publicidade

Ele reforça, ainda, a importância da continuidade das medidas preventivas e a colaboração da população em todo o Estado para conter a disseminação da Covid-19.

“Apesar de todos os esforços do Governo no sentido de ampliar a oferta de leitos exclusivos para a Covid-19, a mão de obra e os insumos, como medicamentos, são finitos. Por esse motivo a população precisa continuar com as medidas preventivas: uso de máscara de proteção individual, higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel 70% e distanciamento social”, complementou.