Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Arapongas

    Usuários tentam impedir bloqueio do desvio do pedágio, em Arapongas

  • Foto: Reprodução
    Foto por
    Escrito por da redação
    Publicado em 24/10/2019 Editado em 24/10/2019

    Funcionários da Viapar tentam fechar mais uma vez o trecho utilizado como desvio do pedágio, na região da Rua Rabilonga Vermelha, em Arapongas. Conforme informações da Guarda Municipal (GM), uma equipe foi acionada para garantir a segurança dos trabalhadores durante os trabalhos, pois na quarta-feira (23) à noite, usuários reabriram a passagem. 

    O prefeito, Sérgio Onofre, explica que a concessionária Viapar moveu ação judicial e comprovou na Justiça Federal que o trecho é usado como rota de fuga do pedágio. A Justiça então sentenciou o município a providenciar o bloqueio. "O dever era do município, mas como não foi feito, a Viapar tomou a frente, pois tem direito de interditar", explica o prefeito.

    O trecho é alvo de muitas discussões. Mesmo após acordo entre a concessionária e o município, o trecho ainda é usado por alguns motoristas como acesso para desviar do pedágio da BR-369.

    Só neste ano, a Viapar tentou interditar a rota várias vezes. Contudo, os usuários sempre encontram uma maneira de reabrir a passagem. Em abril parte do muro que foi erguido para impedir a passagem foi quebrado.

    Foto: Reprodução



    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    TNTV

    Jornal da Tribuna desta quinta-feira

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Usuários tentam impedir bloqueio do desvio do pedágio, em Arapongas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias