Mais lidas

    Apucarana

    ALERTA

    Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana

    Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana
    Foto por Reprodução
    Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana
    Foto por Reprodução
    Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana
    Foto por Reprodução
    Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 18.02.2021, 16:09:18 Editado em 18.02.2021, 16:09:50
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O abastecimento de água em Apucarana está comprometido devido a poluição encontrada do Rio Caviúna, principal manancial que abastece o município. Na noite de quarta-feira a Polícia Militar com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente, Instituto Água e Terra (IAT) de Londrina e Sanepar constataram o despejo irregular de resíduos de uma granja na região da Colônia Esperança. 

    Conforme o Subtenente Rogério Prado, o IAT recolheu amostras da água e um laudo deve apontar a qualidade do rio. O gerente da granja foi levado para a delegacia. "Na esfera criminal a polícia vai dar continuidade. O IAT vai preparar um relatório sobre a água. O gerente foi notificado e deve apresentar no IAT documentações da empresa. O IAT também vai delimitar a área de recuperação, pois tem muito dejetos ao redor da granja, se der outra chuva, vai para o rio novamente", explica. 

    O IAT trabalha para identificar a dimensão dos danos ambientais. "Técnicos do Instituto Água e Terra (IAT) identificaram que o despejo irregular de resíduos no Rio Caviúna é oriundo do entorno de uma granja de aves. A empresa concluiu recentemente a modernização do seu processo, e não realizou a limpeza adequada do solo onde existia uma granja antiga no entorno. Com as últimas chuvas, esses dejetos dos animais foram carregados até o rio. O IAT realizou a coleta da água para analisar o grau de contaminação e notificou a empresa para fazer a limpeza total da área. O órgão está quantificando a dimensão dos danos ambientais para que sejam aplicadas as sanções administrativas", finaliza. 

    A Sanepar solicita à população que evite desperdícios, até que seja possível restabelecer a captação normal no Rio Caviúna. Caso a situação emergencial persista, pode ser necessário implantar restrições no sistema de distribuição de água na cidade.

    Por uma questão de segurança, foi interrompida a captação de água Rio Caviúna em função do acidente ecológico ocorrido no manancial, e colocada em operação, em caráter emergencial, a unidade do Rio Pirapó. 

    A Sanepar está acompanhando o trabalho de investigação da polícia e de órgãos ambientais, colocando à disposição técnicos da Companhia para ajudar a solucionar a situação do Rio Caviúna.

    A captação no rio Pirapó é uma medida alternativa, emergencial e temporária, pois sua capacidade é  limitada.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Poluição ameaça abastecimento de água em Apucarana"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.