Apucarana

Morre advogado apucaranense Irmo Celso Vidor

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Morre advogado apucaranense Irmo Celso Vidor
Morre advogado apucaranense Irmo Celso Vidor

Amigos e familiares informaram o falecimento do advogado de Apucarana, Irmo Celso Vidor de 66 anos. Ele morreu na noite desta quinta-feira (29). 

continua após publicidade

Conforme familiares, Irmo seria mais uma vítima da Covid-19. Ele estava internado no Hospital da Providência há duas semanas, precisou ser entubado, porém, não resistiu. 

Irmo deixa esposa, filha e muitos amigos. O apucaranense também era conhecido por suas fotografias e por incentivar o ciclismo na cidade. 

continua após publicidade

A notícia da morte dele gerou grande comoção na cidade. Irmo era muito conhecido e reconhecido por seu trabalho. 

Fotojornalismo

Além de advogado, Irmo era um apaixonado pela fotografia e pelo fotojornalismo. Há alguns anos, durante um evento na Universidade Estadual de Londrina (UEL), contou que seu trabalho como fotojornalista começou em Londrina, no extinto jornal Panorama.

continua após publicidade

Foram as imagens publicadas nesse periódico que o fizeram conhecido no Brasil, lhe rendendo um emprego na sucursal da Veja em Curitiba e, mais tarde, na sede da editora Abril, em São Paulo.

Irmo Celso foi quem mais fotografou Lula durante os oito anos em que esteve na revista e foi quem fez uma imagem do ex-presidente jogando sinuca com o ministro do Trabalho da Ditadura, Murilo Macedo.