Mais lidas

    Apucarana

    Lockdown

    Júnior da Femac confirma fechamento do comércio de Apucarana

    Júnior da Femac confirma fechamento do comércio de Apucarana
    Foto por Arquivo TN
    Escrito por Fernanda Neme
    Publicado em 26.02.2021, 15:25:28 Editado em 26.02.2021, 20:18:52
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Na tarde desta sexta-feira (26), o prefeito de Apucarana, Junior da Femac participa de uma reunião para definir detalhes sobre as medidas restritivas para combater o avanço da pandemia do coronavírus devido às ações anunciadas pela manhã, pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior. 

    No entanto, o prefeito já adiantou que irá seguir todas as medidas determinadas pelo governo do Estado, como a suspensão de serviços não essenciais, incluindo o fechamento do comércio local até dia 8 de março, além do adiamento das aulas presenciais, proibição da comercialização e  consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo, no período das 20 às 5 horas.

    Sobre o fechamento do comércio, para a presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Apucarana, Aída Assunção, a notícia é recebida com tristeza. "Mais uma vez o comércio será sacrificado. Ficamos com um sentimento de insegurança. Semana que vem é começo de mês, dia de pagar funcionários, aluguel, entre outras contas, e vamos ficar mais 10 dias fechados", lamenta. 

    Aída ainda comentou sobre os cuidados que lojistas e comerciantes vinham tomando nos últimos meses. "A gente tomou todos as medidas necessárias para preservar o bem-estar de funcionários e clientes. Muito triste ter que fechar novamente", acrescenta. 

    Segundo o prefeito, em Apucarana, pela primeira vez, desde o início da pandemia, a UTI do Hospital da Providência atingiu ocupação máxima.

    "O que dói em mim é que nós estamos fazendo o nosso papel quanto às medidas preventivas para conter a disseminação do novo coronavírus. Das 20 UTIs de Covid do Hospital da Providência, cinco estão ocupadas por pessoas de Apucarana e outras 5 de pacientes da nossa regional de saúde. As outras 10 vagas estão atendendo moradores da macrorregião de Londrina”, observa o prefeito.

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Júnior da Femac confirma fechamento do comércio de Apucarana"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.