Apucarana

De novo: Apucarana registra mais um furto em cemitério

Novamente ladrões agiram no Cemitério Cristo Rei de Apucarana. Mais uma estátua de bronze e placas de identificação foram furtadas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia De novo: Apucarana registra mais um furto em cemitério
fonte: Arquivo TNOnline

Novamente ladrões agiram no Cemitério Cristo Rei de Apucarana.  Mais uma estátua de bronze e placas de identificação foram furtadas. Funcionários da Autarquia de Serviços Funerários (Aserfa) perceberam o crime na manhã desta terça-feira (19) e chamaram a Polícia Militar (PM). 

continua após publicidade

O superintendente da Aserfa, Marcos Bueno, confirmou o furto, mas não repassou a quantidade de peças levadas e informou que um levantamento é realizado. "Infelizmente ocorreu sim mais um furto. Não sei exatamente o tamanho da estátua, mas ela é grande. Não sabemos exatamente a quantidade de peças levadas, estamos verificando os túmulos", disse.

Ainda de acordo com Marcus, a prefeitura tenta agilizar a licitação para a contratação de guardas armados para realizar a segurança no período noturno. "Esse crime deve ter acontecido de madrugada, conversei hoje com o comando da Guarda Civil Municipal e a GCM está intensificando as rondas na madrugada", explica. 

continua após publicidade

Pelo menos seis boletins de ocorrência foram registrados pela Autarquia de Serviços Funerários (Aserfa), somente neste ano, relatando furtos nos três cemitérios da cidade. Ladrões começaram com pequenos furtos, porém, chegaram ao ponto de levar imagens de bronze com mais de 100 quilos. Os portões não foram arrombados. 

Famílias oferecem recompensa por estátuas 

Cesar Campoy representa uma das famílias lesadas pelos ladrões de túmulos. Os bandidos levaram uma estátua de bronze que pesa mais de 50 quilos e que estava há pelo menos 50 anos instalada no local. Ele conta que lamenta a situação e tem esperança de encontrar a peça. O crime aconteceu no dia 8/3

continua após publicidade

"É um sentimento de profunda indignação, se tratava de uma peça da família mandada fazer pelo meu bisavô, de grande valor sentimental. Era um símbolo que a família tinha e nós temos esperança de recuperar, por isso nós nos reunimos e decidimos oferecer uma recompensa para quem nos devolver, no valor de mil reais. Eu peço que quem souber onde está, entre em contato com a polícia, entregue para as autoridades e será recompensado", disse Campoy.

Outra família de Apucarana oferece recompensa a quem devolver ou dar informações que levem até o paradeiro de uma estátua furtada do Cemitério Cristo Rei. A escultura, feita de bronze, foi arrancada do jazigo onde estão sepultados os familiares da apucaranense Maria Elisa Pacheco Sacchelli, que soube do fato há aproximadamente uma semana, por meio da responsável pela limpeza do túmulo. A família Sacchelli está disposta a dar uma recompensa em dinheiro se obter a peça de volta.