Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Todos pela Ariane: amigos realizam campanha para ajudar vítima de acidente

.

Ariane Maria Costa Ferreira, segue hospitalizada. Ela fraturou o braço, a perna e precisa passar por uma cirurgia. Ariane sofreu um acidente e a filha dela, de apenas nove anos morreu. 

O acidente aconteceu na noite de sexta-feira (31)Gabrieli Geovana Ferreira de Souza, estava na garupa da moto da mãe, e não resistiu aos ferimentos. Ela segurava no colo, seu irmão, um menino de apenas um ano e oito meses, que por sorte não sofreu ferimentos. Mas segundo uma amiga da família, o garoto está bastante assustado.

"Ele já precisa fazer tratamento neurológico e depois do acidente, chora muito, está assustado, nervoso. Não pode ver um carro que já aponta o dedo," detalha Keli Daniele Zago Carmona.

Keli, vendo a situação da família, organiza uma vaquinha, para poder ajudar Ariane a comprar remédios, mantimentos, fraldas e manter o aluguel. 

"Eu sou mãe, e não precisa ser amiga da Ariane para querer ajudar. A situação dela é muito triste. Ela perdeu uma filha. Eu não consigo nem imaginar essa situação. A Ariane mora de aluguel, vai ter muitas despesas após receber alta do hospital. Precisamos ajudar," enfatiza Keli.

Quem quiser ajudar, basta ligar no telefone: 043 98419-1835 ou através desse link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-pela-ariane-ariane-maria-costa-ferreira

Keli que mora no bairro onde o acidente aconteceu, pede que os motoristas tenham mais cautelas, pois de acordo com ela, alguns condutores exageram na velocidade.

"É um bairro tranquilo, onde muitas crianças ficam andando de bicicleta, na Travessa Estados Unidos, onde aconteceu o acidente, tem até um grupinho de meninos que sempre estão por lá, brincando. Poderia ser qualquer pessoa. Alguns motoristas passam muito, muito rápido, pra que tanta velocidade??," finaliza Keli. 

O motorista do carro que atingiu a moto, segundo a Polícia Civil, não é habilitado. O veículo estava com R$23 mil em débitos administrativos. Ele já foi identificado.

"Ele possivelmente será indiciado por homicídio culposo, com agravante de não ser habilitado e com agravante das lesões provocadas nas vítimas. Trabalhamos para tentar descobrir se ele ingeriu bebida alcoólica antes de assumir a direção, o que é um trabalho difícil, pois o flagrante já passou. Ele fugiu do local a pé, com um passageiro, isso também é um agravante, a omissão do socorro," comenta o delegado Marcus Felipe. 

Ainda conforme o delegado, a polícia acredita que o motorista vai se apresentar na delegacia, nesta terça-feira (4).

"Recebemos uma ligação da advogada dele, que avisou que ele se apresentaria hoje. Vamos ouvir a versão dele. Vamos também ouvir testemunhas, que apontaram que ele estavam em alta velocidade," finaliza o delegado. 


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber