Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Apucarana

Polícia trabalha para identificar quem aplicou o golpe do falso sequestro em ex-vereador de Apucarana

.

A morte do ex-vereador apucaranense Disnei Leugi levantou um alerta. O idoso de 77 anos sofreu um infarto, após receber a ligação de um golpista.  

Era madrugada de segunda-feira (6), quando o telefone tocou. Ao atender,  era possível ouvir uma mulher e crianças chorando. O homem falava que os familiares dele, haviam sido sequestrados. Nervoso e preocupado, Disnei passou mal e morreu. 

A filha única da vítima, Camila Leugi, contou que o pai sofria de problemas cardíacos, que recentemente passou por um procedimento cirúrgico e que estava feliz ao lado da família. 

"Foi uma ligação que matou meu pai. Ele lutou tanto pela vida, passou por médicos, cirurgias e estava bem. Ele estava feliz, passou o final de ano ao nosso lado, estava cheio de vida e essa ligação deixou ele muito nervoso. Ele caiu e morreu com o telefone na mão," contou Camila. 

A família espera por justiça. "Alguma coisa tem que ser feita, até quando essas pessoas que aplicam golpes vão ficar impunes?  Meu pai morreu, ele sofreu um grande susto," enfatiza Camila. 

Segundo o delegado chefe de Apucarana, Marcus Felipe da Rocha, a polícia vai tentar identificar de onde a ligação foi feita. Os envolvidos devem responder pela extorsão.

"Esse caso em particular, que aconteceu o falecimento, não temos como atribuir a morte, a título de dolo, nesse momento. Mas já caracteriza o crime de extorsão. É um trabalho difícil, em alguns casos, são presidiários que efetuam essas ligações, o que dificulta o nosso trabalho. Em todos os casos que já investiguei em Apucarana, as ligações foram feitas da Bahia, Rio Grande do Norte, enfim de lugares distantes, não do Paraná," detalha Marcus. 

O delegado orienta, que as famílias precisam conversar com os idosos, e contar como esses golpes são aplicados. "Sei que é difícil, mas ao receber a ligação de um golpista, é preciso manter a calma, desligue imediatamente o telefone, entre em contato com os familiares e com a polícia. As vezes no nervosismo, a pessoa acaba passado detalhes da família. Desligue o telefone. Outra orientação importante, é que as famílias devem conversar com os idosos, contar como o golpe é praticado, e explicar o que deve ser feito" ressalta.

Mas será que um grande susto, pode mesmo provocar a morte de uma pessoa? De acordo com o médico Osvaldo Augusto Zardo, sim, um emoção muito forte, pode provocar um infarto. 

"Quando se tem um susto, os vasos se fecham, e vai menos sangue para o coração, que precisa continuar batendo forte, se você já tem uma parte entupida desses vasos, vai menos fluxo, aquilo que tem que estar satisfeito, que é o músculo do coração pelo sangue que leva o oxigeno,  vai estar infartado, não tem fartura de oxigênio, não tem fartura de sangue, então o músculo infarta, ele para de bombar, e você pode ter um infarto, leve, moderado ou grave," explica.

Para o médico, uma das formas de tentar evitar o infarto é a prevenção. "A prevenção é seguir uma vida saudável. Uma reeducação alimentar, consumir alimentos mais saudáveis, fazer uma caminhada que alivia o stress do dia a dia. Tudo isso já vai ajudar a pessoa a manter uma vida mais saudável," finaliza. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Apucarana

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber