Apucarana

16ªRS investiga morte de gestante apucaranense

A família cobra respostas do Hospital da Providência

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia 16ªRS investiga morte de gestante apucaranense
16ªRS investiga morte de gestante apucaranense

O Chefe da 16ª Regional de Saúde, Altimar Carletto, confirmou na tarde desta segunda-feira (24), que o Grupo Técnico de Agilização e Revisão do Óbito, GTARO, investiga a morte da gestante apucaranense Daiane dos Santos Pereira de 27 anos. 

continua após publicidade

A jovem estava grávida de cinco meses e o bebê, o primeiro filho, também faleceu. "Já estamos averiguando as condições do óbito desta paciente.  Nossa equipe de avaliação de óbito materno-fetal está trabalhando nisso, por enquanto, não temos ainda nenhuma conclusão neste momento", explica Altimar Carletto.

A família cobra respostas do Hospital da Providência, pois a causa da morte ainda é um mistério. "Falaram que poderia ser trombose, dengue e até covid, só falaram que ela e a criança morreram e estamos sem entender, como uma gestante morre assim? queremos respostas. O médico que atendeu ela, se quer falou com a família", conta Marcos Gregor, cunhado da vítima. 

continua após publicidade

Segundo a família, Daiane passou mal por volta das 5h da madrugada de domingo (23), o marido a levou até o Materno Infantil, do Hospital da Providência e por volta das 9h informaram o falecimento. "Ela já tinha ficado três dias internada, aí na terça-feira (18) ela recebeu alta, foi pra casa, porém, começou a sentir umas pontadas no peito e morreu", conta o cunhado. 

A reportagem entrou em contato com o Hospital da Providência e solicitou informações sobre o caso, porém, em resposta, o Hospital informou que como nova regra, não emite mais nota para a imprensa, ainda disse que a equipe já conversou com a família, mesmo com parentes cobrando respostas.

O hospital só repassou que espera o resultado de exames que devem apontar a causa da morte da gestante.