Facebook Img Logo
  1. Banner
Paulo Cruz
Paulo Cruz

Integrar Competências Para o Desenvolvimento Local Regional

A preocupação do desenvolvimento econômico local/regional é inerente aos poderes constituídos quando se refere à sua eficiente promoção e coordenação dos meios para ativar a retenção e incentivos para novos negócios; de atividades que envolvam a alta tecnologia que pretende dominar as atividades econômicas futuras; e, a geração de cidades e bairros inteligentes, com centros comerciais integrados ao meio ambiente e à urbanização. Existe todo um conjunto ao qual os poderes constituídos em todas as suas esferas, precisam estar atentos: a articulação de programas de desenvolvimento local regional; a relação de como organizar, gerenciar e acompanhar as ações planejadas, envolvendo todos os atores locais/regionais e as instâncias maiores quando a macroeconomia exigir.


As instâncias locais/regionais precisam entender e tomar a dianteira da promoção do desenvolvimento econômico local/regional, visando a ampliação do volume de empregos e do consumo. Já se tem um consenso que renda e consumo são alavancadores do processo de crescimento e desenvolvimento regional. Essas duas variáveis tendem a vencer a depressão e tirar a mesmice das micro e macro regiões e, jogá-las em novo patamar no processo de crescimento e desenvolvimento. Atrás de toda essa preocupação, vem a demanda dos governos locais e regionais por maior aporte de recursos de tributação, já que são as regiões onde os atores principais do processo atuam na geração de dinamismo e busca de crescimento e desenvolvimento.

Logo, são as autoridades locais e regionais constituídas que precisam lançar mão de medidas necessárias, para decidir os objetivos, escopo, e escalas de políticas de desenvolvimento econômico local/regional, empenhando-se na articulação de seus programas e políticas de desenvolvimento. São as autoridades locais que no médio e longo prazo, por meio de ações eficientemente coordenadas, podem garantir resultados positivos. São os governos locais/regionais - mediante articulação eficiente de recursos, de programas e da cooperação e parcerias de igual âmbito - que poderão eficientemente articular o processo de geração de emprego, renda e consumo direcionados ao crescimento e desenvolvimento da área em questão.

Uma das preocupações é arrecadar, outra deve ser de reunir condições de articular as políticas locais/regionais de desenvolvimento; e, outra, ainda, de aplicar eficientemente os recursos, utilizando-se de avançado aparato tecnológico para maximizar suas conquistas. Em última instância, o grande objetivo é fazer o processo de desenvolvimento se espalhar para todos os rincões da instância local/regional, levando a todos os benefícios do desenvolvimento econômico, melhorando a qualidade de vida dos habitantes. Por outro lado, é preciso vencer as falhas de mercado, retendo empresas importantes e trazendo novas que comporão as aglomerações empresariais locais/regionais, no aproveitamento das capacidades locais presentes, avançando na intensificação da tecnologia e geração de novos negócios.

Paulatinamente, a região vai construindo seu aparato de planejamento para o crescimento e desenvolvimento local/regional mediante a articulação de programas especialmente voltados à intensificação e geração de novos negócios, com forte amparo no foco tecnológico, vencendo os gargalos e problemas de contaminação que surgem pelo meio do caminho. Por meio da experiência adquirida, deve-se reunir condições de avançar com o processo de crescimento e desenvolvimento, via espraiamento vigoroso em todas as instâncias locais/regionais. Os esforços devem ser cada vez mais alimentados ciclo a ciclo, sem se afastar das necessidades das comunidades locais. É com eficiente planejamento, coordenação e cooperação junto às instituições de apoio e, ao lado das necessidades apontadas pelas comunidades locais /regionais que o processo de crescimento e desenvolvimento deve estar diariamente a se processar.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo.
Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Paulo Cruz
Paulo Cruz
Doutor em Economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), professor do Departamento. de Economia da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Apucarana.
×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber