Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mãe de Rocha Loures se recusa a depor à Polícia Federal

Loading...

TESTEMUNHA EM INQÉRITO

Mãe de Rocha Loures se recusa a depor à Polícia Federal

O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures foi transferido da Superintendência da PF para o presídio da Papuda - Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A mãe do ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que se recusa a prestar depoimento à Polícia Federal (PF) como testemunha no inquérito em que o filho e o presidente Michel Temer são investigados no Supremo. O pedido à Corte é para que seja cancelado o depoimento.

A defesa de Vera Lilia Santos da Rocha Loures alega que ela foi surpreendidaao ser informada, por telefone, de que a PF pretende ouvi-la. Conforme os advogados, ela "é mãe, do lar, não reside nem participa da vida quotidiana de seu filho" e não tem conhecimento da investigação.

A defesa cita um trecho do Código de Processo Penal que diz que pais não são obrigados a depor "quando não for possível, por outro modo, obter-se ou integrar a prova do fato e de suas circunstâncias".

"Diante disso, a requerente vem manifestar expressamente sua recusa em prestar depoimento, o que faz com fundamento no artigo 206 do CPP, sobretudo porque não tem absolutamente nada a esclarecer sobre os fatos investigados, requerendo o cancelamento de sua oitiva em sede policial", pontua Cezar Roberto Bitencourt, um dos seis advogados que subscrevem o pedido da defesa. O motivo alegado pela PF para fazer a convocação para o depoimento não foi informado.

Com informações da RIC Mais/PR

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias