Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Professores da UEL aprovam paralisação de três dias na próxima semana

Loading...

APÓS PROMESSA NÃO CUMPRIDA

Professores da UEL aprovam paralisação de três dias na próxima semana

- Atualizado em 11/10/2016 17:49
Assemblei de professores na UEL: paralisação de três dias foi aprovada - Foto: sindiproladuel.org.br

Os professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) decidiram em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (11) pela  paralisação das atividades durante três dias na semana que vem. De segunda a quarta-feira da próxima semana, as aulas na instituição estarão suspensas. Na quinta-feira (20), uma nova assembleia deve decidir sobre os rumos do movimento. De acordo com lideranças da categoria, a paralisação vai acontecer em decorrência da decisão do governo do Estado em não cumprir com a promessa de reposição salarial dos servidores, que aconteceria em janeiro. 

Conforme o vice-presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol), Nilson Magagnin Filho, os professores da UEL decidiram parar as atividades parcialmente durante as novas negociações que acontecerão com o governo do Estado na próxima semana. "Decidimos pela paralisação por três dias, que coincide com o período em que novas negociações acontecem em Curitiba. A indignação é grande e generalizada. O que a categoria quer é que o governador cumpra com a lei que ele mesmo propôs, se for preciso, nós vamos parar", frisou Magagnin Filho ao portal Bonde

No ano passado, o Estado negociou a reposição da inflação aos servidores para encerrar a greve de 2015, firmando o acordo em lei. Na ocasião, o reajuste do funcionalismo paranaense aconteceria em janeiro de 2017. No entanto, o governo está propondo emendas à lei firmada no passado que, na prática, suspendem o acordo. "A insatisfação é geral e a categoria está mobilizada e disposta a lutar para que a lei seja cumprida e o governo pague o que foi acordado", completa Magagnin Filho. 

O outro lado
Em nota, a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti) afirmou que está acompanhando as decisões tomadas nas assembleias das sete universidades estaduais. De acordo com a Seti, "os secretários da Seti, João Carlos Gomes, da Casa Civil, Valdir Rossoni, e o líder do Governo na Assembleia Legislativa, Luiz Claudio Romanelli, se reunirão com os representantes dos sindicatos dos docentes e agentes universitários no próximo dia 18 de outubro, às 17 horas, no Palácio Iguaçu em Curitiba. 

Com informações do portal Bonde

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41