Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

NASA vai estudar asteroide metálico para saber mais sobre a formação do Sistema Solar

Loading...

MIRA NO ESPAÇO

NASA vai estudar asteroide metálico para saber mais sobre a formação do Sistema Solar

Visualizações artísticas das sondas Lucy (esquerda) e Psyche (direita) - Imagem: SwRI/SSL/Peter Rubin

A NASA confirmou os focos dos seus próximos projetos espaciais e os asteroides são um dos objetivos priorizados. Duas missões já estão programadas: Lucy, que visitará vários asteroides troianos que circundam Júpiter, e Psyche, que visitará o asteroide metálico 16 Psique. O objetivo é coletar informações de grande valor científico, principalmente sobre a formação do Sistema Solar.

A sonda Lucy, que deverá ser lançada em outubro de 2021, chegará a um asteroide do cinturão principal em 2025, prosseguindo depois até Júpiter, onde chegará em 2027.

Nos seis anos seguintes, ela explorará seis asteroides troianos, que orbitam Júpiter em "poços de gravidade" de cada lado do gigante gasoso. Astrônomos supõem que os troianos sejam resquícios de um período anterior da história do Sistema Solar, e assim poderiam conter pistas sobre como os planetas se formaram. O nome da sonda é uma referência à fóssil Lucy, uma Australopithecus de 3,2 milhões de anos que trouxe informações valiosas sobre a formação da raça humana.

Asteroide metálico
A sonda Psyche será lançada em outubro de 2023 para explorar o seu asteroide homônimo, onde chegará em 2030. O asteroide 16 Psique, com mais de 200 km de diâmetro, parece ser constituído fundamentalmente de ferro e níquel - em vez de rocha -, o que sugere que ele poderia ser parte do núcleo de um pequeno planeta rochoso destruído em uma colisão com outro planeta ou asteroide.

Descoberto pelo astrônomo italiano Annibale de Gasparis, em 1852, o 16 Psique sozinho possui 1% de toda a massa existente no Cinturão de Asteroides. [Imagem: ASU/Divulgação]

"O 16 Psique é o único objeto do seu tipo conhecido no Sistema Solar, e esta é a única maneira que os humanos jamais terão para visitar um núcleo. Aprenderemos sobre o espaço interior [da Terra] visitando o espaço exterior," disse Lindy Elkins Tanton, da Universidade Estadual do Arizona, uma das coordenadoras da missão.

Projetos baratos
As duas sondas fazem parte de missões de "classe descoberta" da NASA, que são relativamente baratas - com um limite de US$ 450 milhões. Nessa mesma classe estavam a sonda Messenger, enviada a Mercúrio, a sonda Dawn, que visitou os asteroides Vesta e Ceres, e o laboratório marciano InSight, programado para lançamento em 2018.

As informações são do portal inovacaotecnologica.com.br

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 19/02

LAZARO HESS, 61 anos 
LUIZ ANTONIO AMADO, 64 anos

CALIFÓRNIA 19/02

AVELINA RODRIGUES PEREIRA, 87 anos

NOVO ITACOLOMI
SILVANIA MARIA DE ALMEIDA, 69 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1904 · 18/02/2017

12 15 18 21 51 56