Vale do Ivaí

Servidores de Jandaia do Sul ganham cartão-alimentação

Todos os atuais 684 servidores – entre efetivos e comissionados – vão receber mensalmente R$ 176

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Com investimento anual superior a R$ 1,4 milhão, a Prefeitura de Jandaia do Sul realizou nesta segunda-feira (6) o lançamento oficial do cartão-alimentação do funcionalismo municipal. Todos os atuais 684 servidores – entre efetivos e comissionados – vão receber mensalmente R$ 176. O valor poderá ser gasto no comércio de Jandaia do Sul e de outras cidades da região. 

continua após publicidade

A solenidade lotou o Auditório Municipal Professor Lourenço Ildefonso da Silva. O servidor mais antigo da Prefeitura em atividade, Odair Rodrigues de Ataide, recebeu o cartão-alimentação em nome dos colegas do funcionalismo. Auxiliar de eletricista, ele foi admitido em 1º de março de 1980. 

O cartão-alimentação foi instituído pelo Executivo, que enviou projeto de lei aprovado na Câmara de Vereadores. Mais de 30 estabelecimentos comerciais de Jandaia do Sul, entre supermercados, padarias, frutarias e mercearias, entre outros, já estão credenciados para receber os recursos, que devem ser usados na alimentação. O dinheiro será depositado na conta dos servidores todo mês. 

continua após publicidade

O prefeito de Jandaia do Sul, Lauro Junior (União Brasil), afirma que o cartão-alimentação é uma conquista histórica. “Desde que assumimos a administração municipal, era uma reivindicação dos nossos servidores. Trata-se de um investimento de quase R$ 1,5 milhão por ano. Além de conceder o benefício, vamos movimentar a economia local. É algo que vai permanecer ao longo dos anos”, disse o prefeito. 

Lauro Junior afirma que a intenção é aumentar o valor mensal repassado aos servidores. “Pode parecer pouco (R$ 176), mas para quem tem um salário menor é um valor que ajuda muito na renda da família. Temos um planejamento para aumentar um pouco valor em 2023”, antecipa o prefeito. 

O servidor Eleandro Fortunato, auxiliar administrativo do Departamento de Saúde, elogia a iniciativa. ‘Nós temos que agradecer ao prefeito, que propôs o cartão-alimentação, e à Câmara, que aprovou o projeto. Para todo servidor, é um bom complemento à renda. O país passa por dificuldades por conta da pandemia (de covid-19) e esse recurso vem ao encontro da necessidade do servidor, que poderá melhorar a renda e complementar a sua alimentação”, disse.

continua após publicidade

null - Vídeo por: Reprodução

Por Fernando Klein

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News