Vale do Ivaí

Saúde de Marilândia do Sul recomenda a volta do uso de máscaras

A recomendação é a volta do uso de máscaras em unidades de saúde, locais fechados e transporte coletivo

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Nos postos de saúde há um grande fluxo de pessoas que apresentam problemas de saúde, com isso, a circulação dos vírus fica mais fácil
fonte: Pixabay- ilustração
Nos postos de saúde há um grande fluxo de pessoas que apresentam problemas de saúde, com isso, a circulação dos vírus fica mais fácil

A saúde de Marilândia do Sul informou que o uso da proteção continua sendo facultativo, mas por conta do aumento no número de infecções pelo vírus em Marilândia a recomendação é a volta do uso de máscaras em unidades de saúde, locais fechados e transporte coletivo.  

continua após publicidade

Nos postos de saúde há um grande fluxo de pessoas que apresentam problemas de saúde, com isso, a circulação dos vírus fica mais fácil. Pacientes infectados com Covid-19 assintomáticos podem acabar transmitindo a doença para pessoas que já estão com a saúde debilitada, tornando o vírus ainda mais perigoso, por isso, a Secretaria de Saúde orienta que a máscara seja usada principalmente nas unidades de saúde.

Locais fechados e transportes coletivos também são lugares onde o vírus é transmitido com facilidade, pois, há pouca ventilação e distanciamento entre as pessoas. No inverno a transmissão de doenças respiratórias aumenta, com a máscara é possível diminuir o número de infectados tanto pela gripe quanto pela covid.

continua após publicidade

“A vacinação é muito importante para combater, mas precisamos tomar mais alguns cuidados para acabar com o vírus da covid-19 em nosso município. O uso de máscara em locais abertos é dispensável, mas em locais fechados e principalmente em locais de atendimento médico é recomendável, por isso, evite ir até as UBS’s sem máscara”. Explicou a Secretária de Saúde Maria Berçaline.

Atualmente o município soma 2.906 casos confirmados da doença, 2.846 recuperados e 45 óbitos. Existem 15 casos suspeitos.



GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News