Vale do Ivaí

Rio Branco do Ivaí cede território para Grandes Rios

Segundo o acordo, Grandes Rios ganharia cerca de 17 hectares, que representam a totalidade do Distrito de Flórida do Ivaí

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Rio Branco do Ivaí cede território para Grandes Rios

Os prefeitos de Grandes Rios, Antônio Ribeiro (PSL), o Toninho do Café, e de Rio Branco do Ivaí, Pedro Taborda Desplanches (MDB), assinaram um acordo para mudar a atual divisa dos municípios.

continua após publicidade

Segundo o acordo, Grandes Rios ganharia cerca de 17 hectares, que representam a totalidade do Distrito de Flórida do Ivaí. A localidade, mais conhecida por Lagoa Seca, apesar de sempre pertencer administrativamente para Grandes Rios, está dentro dos limites oficiais do município vizinho.

O que ocorre é que, nos anos 90, quando foi criado o município de Rio Branco do Ivaí, desmembrado de Grandes Rios e de Rosário do Ivaí, houve um erro na demarcação do território. O Distrito de Flórida do Ivaí, pertencente a Grandes Rios e gerido administrativamente pelo município, acabou ficando no território de Rio Branco.

continua após publicidade

“Essa questão foi descoberta no início do ano pelo vereador de Grandes Rios, Geovani Alves (PSC). Ele, e outro vereador, Ailton Franco (PSC), ambos moradores do Distrito, levaram a questão até Curitiba e conseguiram apoio do deputado estadual Evandro Araújo (PSC) para propor um projeto de lei que devolva o território a Grandes Rios. O prefeito Toninho do Café me fez a proposta de um acordo, depois de ouvir a população, que prefere que o território fique com Grandes Rios”, explicou o prefeito de Rio Branco do Ivaí, Pedro Taborda.Antes de fechar o acordo, os prefeitos se reuniram algumas vezes e também estiveram em Curitiba, na sede do Instituto Água e Terra (IAT), definindo as novas coordenadas dos municípios.

“Eu gostaria que o território permanecesse com Rio Branco e me coloquei à disposição para assumir a administração, mas em primeiro lugar deve estar a vontade do povo que mora neste local, e a população ouvida pela administração prefere seguir como sendo parte de Grandes Rios, como já estão acostumados”, disse Taborda.O termo de ajuste de divisas elaborado pelo IAT foi assinado anteontem, na Câmara Municipal de Grandes Rios, em comum acordo, pelos prefeitos e vereadores dos dois municípios. Agora, um projeto de lei deverá ser apresentado na Assembleia Legislativa do Paraná, para oficializar a mudança.