Tribuna do Norte Online
Saiba Agora
Últimas notícias
    Você está em

    Região

    Implantação de cotas raciais na UEM é aprovada pela Câmara de Graduação e Ensino 

  • Foto por
    Escrito por da redação
    Publicado em 07/11/2019 Editado em 07/11/2019

    A Câmara de Graduação e Ensino da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovou a implantação de cotas raciais. A instituição é a única, entre as sete universidades estaduais do Paraná, que ainda não tem cotas raciais. Para ser implantada definitivamente, a proposta precisa ser aprovada no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP), o que ainda não há data para ocorrer. 

    A proposta aprovada na quarta-feira prevê que 20% das vagas do vestibular devem ser destinadas para negros. Desse total, 15% envolvem critérios sociais como ser estudante de escola pública e comprovar renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio. Os outros 5% são para ampla concorrência e incluem candidatos negros com ensino superior. 

    Direita e Esquerda: posições políticas ou 'torcidas organizadas'?

    Direita e Esquerda: posições políticas ou 'torcidas organizadas'?

    Debate TN

    Direita e Esquerda: posições políticas ou 'torcidas organizadas'?

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!

    Deixe seu comentário sobre: "Implantação de cotas raciais na UEM é aprovada pela Câmara de Graduação e Ensino "

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Principais matérias