Vale do Ivaí

Programa ‘Cultivando Água Limpa’ é realizado em Ivaiporã

Recuperação de nascentes pode ser solução para a crise hídrica; veja

Da Redação ·

Lançado em Ivaiporã em 2015 na primeira gestão do prefeito Luiz Carlos Gil (PSD), o programa ‘Cultivando Água Limpa’ na bacia hidrográfica do Rio Pindaúva, é um grande exemplo de que a conservação da natureza e a recuperação de nascentes garante água de qualidade e em quantidade para todos os usos e para todas as pessoas.

continua após publicidade

Principalmente neste período em que o Paraná vive uma das piores estiagem da história, causando impacto nos sistemas de abastecimento de água das cidades.

Segundo o prefeito Luiz Carlos Gil, somente na bacia hidrográfica do Rio Pindaúva que abastece a cidade e até 2016 haviam sido recuperadas 140 nascentes, a vazão de água que no início do programa era de 4,5 milhões passou para 7 milhões de litros de água por dia.

continua após publicidade

“Se hoje, Ivaiporã não passa uma crise hídrica com racionamento como temos aqui na nossa região em diversos municípios, é por conta desse aumento de volume de água no Rio Pindauva. Água já é o bem mais precioso, mas lá na frente vai ser o mais caro também”, alerta Carlos Gil.

Com os excelentes resultados do programa, em março, no Dia Mundial da Água, a prefeitura retomou o programa, concluindo a recuperação de mais 18 minas na bacia hidrográfica do Rio Pindauva  e recentemente passou a recuperar também as nascentes do Rio Pindauvinha, que corta o centro da cidade nas imediações do Parque Ambiental Jardim Botânico.

Na quarta-feira (1º), o prefeito Carlos Gil, acompanhado de comitiva, acompanhou os trabalhos que estão sendo realizados, em uma propriedade rural nas proximidade do Ginásio de Esporte Sapecadão.

continua após publicidade

“Hoje já estamos recuperando a oitava mina do Rio Pindauvinha. Acredito que é trabalho para aproximadamente um ano e vamos recuperar todas as minas, onde os proprietários nos autorizarem. Pretendemos depois de acabar esse trabalho no Pindauvinha, seguir para outras regiões do município. É um trabalho que não para na nossa gestão, porque temos certeza que uma cidade que estiver preparada com água e água de qualidade vai ter condição de crescer e se desenvolver”.

A estimativa do Departamento Municipal de Meio Ambiente é que devem ser recuperadas na microbacia do Pindauvinha entre 100 a 150 nascentes.       

Conforme a diretora de Meio Ambiente, Denise Kusminski, o programa municipal prevê ainda que as propriedades onde são realizada as recuperações de minas, os proprietários também ampliem as matas ciliares ou reflorestamento com 30 metros de largura para cada margem do rio e de 10 metros de largura para cada curso de água. “As mudas de árvores nativas são produzidas no nosso viveiro municipal e doadas aos proprietários rurais”, disse Denise.

continua após publicidade

Marcio Zanardo, coordenador da equipe que trabalha na recuperação das minas explica que em média cada nascente recuperada aumenta a vazão de água em aproximadamente 80%. “Mas já tivemos nascentes que a vazão do volume de água aumentou 200%”, explicou Zanardo.

Também participaram da visita aos locais onde estão sendo realizadas a recuperação das nascentes, a presidente da Câmara de Vereadores, Gertrudes Bernardy (MDB) e os vereadores José Maurino Carniato (MDB) e Emerson Bertotti (PTB).

 Veja: 

 Programa ‘Cultivando Água Limpa’ é realizado em Ivaiporã - Vídeo por: tnonline