Vale do Ivaí

Prefeitos reagem a aumento de casos de Covid na região

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Prefeitos reagem a aumento de casos de Covid na região
fonte: Imagem ilustrativa
Prefeitos reagem a aumento de casos de Covid na região

O aumento nos casos da Covid-19 em pequenos municípios do Vale do Ivaí está fazendo com que prefeitos da região comecem a ‘apertar’ as fiscalizações em relação aos cuidados básicos contra a pandemia e até mesmo voltar a restringir atividades através de decretos.

continua após publicidade

Em Borrazópolis por exemplo, foram 36 novos casos em apenas uma semana, média de 5 novos infectados por dia. O município tem pouco mais de 6,5 mil habitantes. Até esta quarta-feira, o número total de casos confirmados na cidade era de 194.

De acordo com o prefeito de Borrazópolis Adilson Lucchetti, o aumento da transmissão do vírus acontece em parte, porque a população não colabora. “A gente não consegue segurar mais o povo do município. Muitos não usam mais as máscaras, não se preocupam mais com o uso do álcool em gel, não se preocupam com aglomerações. Nós fomos umas das últimas cidades do Estado a registrar casos da doença e agora estamos nesta situação”, relatou o prefeito.

continua após publicidade

Lucchetti afirmou que, diante desta situação, pretende intensificar as fiscalizações na cidade. “Não pretendo tomar medidas extremas, mas queremos contar com o apoio da população nos cuidados e vamos sim, intensificar as fiscalizações de uso das máscaras e de todos os cuidados que já foram determinados”, disse.

Outro município que vem em crescente número de casos confirmados é Marilândia do Sul. A cidade de pouco mais de 12 mil habitantes, registrou 31 novos casos na última semana, uma média de 4 novos infectados todos os dias.

Para o prefeito Aquiles Takeda, o aumento é um reflexo do feriado de finados e outras aglomerações. “A própria população, que já conhece todos os protocolos de cuidados, está cansada de todas as restrições. Então, este relaxamento nos cuidados acaba gerando um número maior de contaminados. Estamos colhendo ainda os reflexos do feriado de finados, por exemplo. Pretendemos realizar uma fiscalização mais acirrada dos decretos que já estão em vigor, para forçar o uso das máscaras em locais públicos e sobretudo, impedir aglomerações”, afirmou Takeda.

continua após publicidade

Kaloré é um dos municípios com números mais preocupantes. Com pouco mais de 4 mil habitantes, a cidade já tem 258 casos confirmados, 54 novos casos apenas na última semana, uma média de 7 infectados por dia. Segundo o prefeito da cidade Washington Luiz da Silva, não haverá mudanças nos decretos municipais em relação aos cuidados por enquanto, mas a população precisa colaborar. “Estamos sempre orientando a população e pedindo para tomarem todos os cuidados. Percebemos que houve um relaxamento neste sentido e entendemos que eles também têm responsabilidade sobre este aumento”, disse.

16ª RS pede consciência

O Chefe da 16ª Regional de Saúde (RS) de Apucarana Altimar Carletto acredita que neste momento, a situação de aumento de contágio só será controlada com a colaboração da população. “Este aumento hoje é generalizado na região, no estado e no país. É claro que algumas medidas que os prefeitos podem tomar, vão ajudar a reduzir esses números, sobretudo no que se refere a impedir aglomerações, mas a consciência de cada cidadão em relação a autoproteção e a proteção das pessoas ao redor é fundamental, com uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social”, considerou.