Vale do Ivaí

Polícia apreende drogas e até 'caneta-revólver' no Paraná

Três pessoas foram presas na operação contra o tráfico de drogas que cumpriu mandados em Apucarana, Borrazópolis e Cambé

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Polícia apreende drogas e até 'caneta-revólver' no Paraná
fonte: divulgação/Polícia Civil

Uma operação deflagrada nesta terça-feira (3) pela Polícia Civil de Faxinal, no norte do Paraná, prendeu três suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas e apreendeu mais de 2 kg de cocaína, quase 1 kg de crack, porções de maconha, R$ 20 mil em dinheiro, armas, dois carros de luxo e celulares. 

continua após publicidade

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos em Apucarana, Borrazópolis e Cambé, também no norte do Estado e, chamou a atenção da polícia, que em um dos alvos foi apreendida uma arma dissimulada, com aparência inofensiva, mas que tem poder de disparar um projétil. 

De acordo com o delegado Ricardo Mendes, em Borrazópolis foram presas duas pessoas que são mãe e filho. O homem, inclusive, já havia sido preso em janeiro deste ano, ocorrência que culminou com o início das investigações e a descoberta de uma estrutura criminosa que compra grandes quantidades de drogas e repassa para pequenos traficantes, que por sua vez, vendem para os usuários.

continua após publicidade

Na casa onde moram mãe e filho a polícia encontrou embalagens para fracionamento de entorpecentes, celulares e armas. Uma das armas chamou a atenção, pois trata-se de uma espécie de 'caneta-revólver' com poder de disparar um projétil. "Colocamos uma munição e confirmamos que é possível efetuar um disparo com a arma", afirmou o delegado. 

A operação teve desdobramentos em Apucarana, em uma casa no Jardim Aeroporto onde mora o irmão do traficante borrazopolitano. No local, os policiais apreenderam apenas celulares, contudo, a polícia disse que chamou a atenção o alto padrão de vida levado pelo suspeito que desfruta de casa e carro luxuosos. 

Mandados de prisão também foram cumpridos em Cambé onde uma idosa de 70 anos foi presa. Na casa da mulher, apelidada de 'vovó do tráfico', foram apreendidos mais de 2 kg de cocaína, quase 1 kg de crack, porções de maconha, balança de precisão, R$ 20 mil em dinheiro e três veículos sendo uma caminhonete, um Chevrolet Cruze e um Audi. 

continua após publicidade

INVESTIGAÇÃO 

De acordo com o delegado que comandou a operação batizada como 'Imperator', as investigações começaram em janeiro com a prisão do traficante morador de Borrazópolis que foi solto e novamente preso nesta terça-feira junto com a mãe dele. 

A partir dali, os investigadores começaram a levantar e identificar a estrutura da organização criminosa abastecida com grandes quantidades de maconha fornecida por um traficante do Paraguai, que segundo o delegado, só aceita encomendas acima de 50 quilos de droga. Ainda conforme Mendes, o traficante paraguaio era o responsável por providenciar a entrega. 

continua após publicidade

Além de maconha, a polícia descobriu que o traficante de Borrazópolis também comprava cocaína e crack de um fornecedor que mora em Cambé.  "Identificamos esse homem que seria o fornecedor e também identificamos as pessoas que recebiam os depósitos provenientes da venda de entorpecentes", contou Mendes. 

Ainda segundo o delegado, a idosa de 70 anos seria mãe do traficante responsável por fornecer os entorpecentes. A Polícia Civil informou que a operação terá outros desdobramentos para identificar e prender outros envolvidos nesse grande esquema de tráfico de drogas. 

Por, Cindy Santos