Vale do Ivaí

Oito mulheres são agredidas em casa, em um único dia

Foram quatro ocorrências em Apucarana. No vale, foram registrados casos também em São Pedro do Ivai, Bom Sucesso, Kaloré e em Marilândia do Sul

Da Redação ·
Imagem ilustrativa
fonte: divulgação
Imagem ilustrativa

O boletim de ocorrência divulgado na manhã desta segunda-feira (25), dos registros realizados pelo 10º. Batalhão da Polícia Militar de Apucarana, é um retrato do grau de violência contra as mulheres na sociedade. Só entre o domingo (24) e as primeiras horas desta segunda-feira, foram pelo menos oito ocorrências envolvendo mulheres agredidas ou ameaçadas por homens.

continua após publicidade

A rotina de violência contra as mulheres revela o abuso constante de uma sociedade machista. É comum perceber nos casos um “sentimento de posse” sobre as mulheres. Um exemplo disso pode ser visto na ocorrência registrada no final da tarde de domingo (24), no Núcleo Habitacional Dom Romeu. Uma mulher acionou a PM para denunciar um homem, conhecido da família, que frequentemente iria até a casa da mulher, querendo manter relações com ela. Detalhe é que a mulher é casada e cuida do marido, um homem doente que vive acamado.

A mulher disse à polícia que jamais teve qualquer envolvimento com o agressor e que o homem, diante de suas negativas, sempre repetia as ameaças contra ela e já teria inclusive agredido com tapas e chutes. A vítima foi orientada a levar o caso à Delegacia da Mulher.

continua após publicidade

 A PM voltou ao mesmo bairro, o Dom Romeu, para outra ocorrência envolvendo agressão a mulher. O caso foi já na madrugada desta segunda-feira (26), logo depois da uma hora da madrugada.  A equipe policial foi deslocada ao endereço ao ser informada por uma mulher que estaria sendo agredida pelo parceiro. No, entanto, ao fazer a abordagem, a mulher informou aos policiais que estaria “tudo bem”, se negando a dar mais informações aos policiais. Como a vítima não aparentava sinais de lesão, foi apenas orientada no local pelos policiais.

FACADA

continua após publicidade

No fim da tarde de domingo (24), ocorreu no Residencial Solo Sagrado, na zona Norte da cidade. Uma mulher atingiu com um golpe de faca o homem com quem convivia, durante uma briga. Ela acertou o braço do homem. A mulher, que estava com um ferimento no pé, relatou aos policiais que durante a briga o homem teria forçado uma porta, prensando o pé dela. Os dois, que recusaram atendimento médico, foram encaminhados para a lavratura de termo circunstanciado. A PM apreendeu duas facas no local.

continua após publicidade

SEPARAÇÃO

continua após publicidade

No Parque Bela Vista, outra ocorrência foi registrada, na noite de domingo (24). Uma mulher acionou a PM informando que a tia estaria sendo agredida pelo ex-marido. Na denúncia, a sobrinha informou que o homem seria proprietário de uma arma de fogo e que costumava ficar na frente da casa da vítima, gritando e chamando pela ex-esposa.

Os policiais fizeram contato com a vítima, que relatou que está em processo de separação e que, naquele momento, haviam apenas tido uma discussão, negando que tenha sido agredida. A equipe PM, no entanto, percebeu que a mulher estava bastante nervosa e chorando, negou agressões e não apresentava nenhum tipo de lesão. A mulher foi orientada pelos PMs e informou que iria, posteriormente, representar contra o ex-marido.

continua após publicidade

MAIS QUATRO CASOS NO VALE DO IVAÍ

Outras quatro ocorrências registradas pelo 10º. BPM foram na região do Vale do Ivaí. Em São Pedro do Ivaí, na manhã de domingo (24), a equipe atendeu um chamado no centro da cidade, na rua Valdecir Magri. Uma vizinha acionou a PM informando que uma mulher estaria gritando muito, possivelmente num caso de violência doméstica. No endereço, os PMs relataram ter ouvido uma voz masculina, fazendo ameaças, além de sons característicos de agressões.

continua após publicidade

A equipe entrou na casa e abordou um homem e encontrou a mulher, caída no banheiro, com sinais de agressões física, além de gotas de sangue no chão da casa. Conforme o boletim, a mulher não conseguia se comunicar com a equipe e nem se levantar por conta própria.

Diante do estado da vítima, que aparentava certa confusão e dificuldade em falar, foi acionada a ambulância do município, e a vítima foi levada para a Santa Casa. O homem foi preso pelos policiais e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para as providências.

continua após publicidade

BOM SUCESSO

Em Bom Sucesso, no início da noite de domingo (24), uma mulher acionou a equipe PM informando que seu ex-namorado vinha fazendo uma série de ameaças de morte, pelo celular. Segundo a mulher, o homem também estaria ameaçando ir até a casa e tirar dela o filho do casa, de apenas três meses de vida. A equipe fez patrulhamento no local, mas o homem não foi localizado. A vítima foi orientada no local quanto as providências a serem tomadas.

MARILÂNDIA DO SUL

Já em Marilândia do Sul, também no início da noite de domingo (24), a PM foi acionada para atendimento de ocorrência de violência doméstica. No endereço, uma mulher informou que seu companheiro, embriagado, começou um desentendimento com ela e a agrediu com um soco no peito. A mulher foi socorrida por familiares, que evitaram a sequência de agressões.  Com a chegada da equipe policial, no entanto, o agressor já não se encontrava mais no local. A mulher foi orientada pela polícia sobre os procedimentos a serem tomados, logo após o boletim de ocorrência ter sido registrado.

KALORÉ

Em Kaloré, no fim da noite de domingo (24), uma mulher chamou a polícia informando que o pai de sua filha foi até a residência onde ela mora e a agrediu com socos no rosto e na cabeça. A mulher informou que o homem havia ameaçado ela, por telefone, dizendo que iria agredi-la se a encontrasse na rua. O homem já havia saído do local quando a equipe chegou. A mulher foi orientada pela equipe quanto aos procedimentos.