Mais lidas

    Vale do Ivaí

    PANDEMIA

    Novo decreto determina medidas mais restritivas em Ivaiporã

    Segundo o prefeito Carlos Gil, a ampliação da restrição é motivada pelo aumento significativo no número de casos

    Novo decreto determina medidas mais restritivas em Ivaiporã
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 25.05.2021, 16:33:17 Editado em 25.05.2021, 16:33:19
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A partir das 20 horas desta terça-feira (25), a Prefeitura de Ivaiporã, adota novas medidas restritivas para frear o avanço da COVID-19 no município e, consequentemente, reduzir o número de internações e óbitos provocados pela doença no município. 

    O novo decreto municipal assinado pelo prefeito Luiz Carlos Gil (PSD), traz como mudança o toque de recolher que passa das 5 às 22 horas para 5 às 20 horas. O comércio não essencial, incluindo bares e restaurantes, após as 20 horas somente poderão atender por delivery.  Também ficam suspensos os esportes coletivos no município. 

    Outra mudança significativa, é com relação aos domingos e feriados, sendo determinado o fechamento total. “Só as farmácias permaneceram abertas, fecha mercado, açougue, vai estar fechado geral aos domingos”, explica Carlos Gil. 

    Segundo o prefeito Carlos Gil, a ampliação da restrição é motivada pelo aumento significativo no número de casos de coronavírus em Ivaiporã. 

    “Ontem (24) foi o recorde de atendimento no plantão de Covid. Não que todo mundo estivesse contaminado, mas passaram por lá mais de 150 pessoas. Também estamos com problemas de leitos tanto de UTI como de enfermaria. Então temos que restringir um pouco mais nesse momento, porque estamos com um volume muito grande de internados, hoje são 33 entre os hospitais públicos e privados. Estamos num dos piores momentos da pandemia, não de mortes, mas de internamentos sim”, disse Carlos Gil. 

    Ainda segundo o prefeito, o governo do estado vai estar autorizando ainda está semana, o aumento de leitos de enfermaria, de 40 para 60 leitos. “Isso porque agora, as pessoas que estão sendo hospitalizadas são mais jovens, e normalmente ficam muito mais tempo internados. Então tem essa demanda, e a SESA está fazendo essa contratualização com a Rede Metropolitana (Hospital Regional de Ivaiporã), inclusive, já estão em busca de profissionais, enfermeiros, equipe médica, para dar conta de mais esse pessoal”, completou Carlos Gil

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Vale do Ivaí

    Deixe seu comentário sobre: "Novo decreto determina medidas mais restritivas em Ivaiporã"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.