Vale do Ivaí

Mulher é encontrada morta com mãos e pés amarrados no Paraná

A Polícia Militar foi chamada e informou que existem indícios de violência sexual. O crime aconteceu em Marilândia do Sul

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Mulher é encontrada morta com mãos e pés amarrados no Paraná
Mulher é encontrada morta com mãos e pés amarrados no Paraná

Um crime que chocou os moradores de Marilândia do Sul, no norte do Paraná. Na manhã desta sexta-feira (24), uma mulher foi encontrada morta, com mãos e pés amarrados, dentro da própria casa, no Jardim Tókio. 

continua após publicidade

A Polícia Militar (PM) foi chamada e informou que existem indícios de violência sexual. Anadir Maria Raimundo Moreira, 56 anos, morava com a irmã, que está viajando. Uma cunhada foi até a residência para ver se estava tudo bem e encontrou a vítima caída na cozinha. "A cunhada ao chegar de manhã viu a porta aberta. Ao entrar encontrou a vítima caída de bruços, com mãos e pés amarrados, com a calça abaixada, somente com o sutiã. Existem indícios de violência sexual", explicou o sargento Sebastião Elói da Silva. 

Ainda de acordo com o sargento, testemunhas contaram que viram Anadir chegar em casa volta das 22h de quinta-feira (23). "Provavelmente o crime aconteceu durante a noite, na madrugada. Estamos ouvindo moradores do bairro, levantando as informações e imagens de câmeras de segurança das casas. Algumas pessoas viram um rapaz correndo próximo da casa dela. A polícia já está investigando", disse.

continua após publicidade

O delegado de Marilândia do Sul, Felipe Ribeiro Rodrigues, destaca que as diligências já foram iniciadas.  "Realizamos investigações preliminares e estamos pedindo ajuda da população para que nos ajude a elucidar esse crime bárbaro. Quem tiver informações pode nos encaminhar no WhatsApp da polícia com a garantir de sigilo absoluto", comentou. O telefone é o (43) 3428-1372.

A notícia da morte de Anadir causou grande comoção nos moradores de Marilândia do Sul, pois ela era muito conhecida na cidade. Anadir tinha transtornos psicológicos e uma leve deficiência mental e era muito querida na comunidade por estar sempre bem humorada cumprimentando os vizinhos. 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana, que deve determinar a causa da morte.

continua após publicidade


 

Mulher é encontrada morta com mãos e pés amarrados no Paraná fonte: Reprodução